Domingo, 22 de Setembro de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 19Cº / Min 11°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

T-Rex vence, de virada, e garante o pentacampeonato estadual

Na partida mais equilibrada entre T-Rex e Istepôs, em finais, os timboenses venceram por 30 a 12.

9716d24a1e4ed03dccbaf520c50589fc.jpeg Foto: Richard Ferrari

O domingo não poderia ser mais perfeito para a disputa do SC Bowl XIV - a final do Campeonato Catarinense de Futebol Americano. Este dia 09 de junho marcou a quinta decisão seguida entre o T-Rex, de Timbó, e o Istepôs, de São José, no Estádio do Sesi, em Blumenau. E, apesar de ter sido a mais equilibrada, já que o primeiro tempo foi dominado pelo Istepôs, e o segundo, pelo Rex, o resultado foi o mesmo, com o título para o agora pentacampeão time de Timbó, que venceu o confronto, por 30 a 12.

O primeiro quarto foi marcado pelo touchdown do wide-receiver Cabelo, com o Istepôs usando bem o tempo do relógio ao correr em seu ataque e deixar o Rex o menor tempo possível no ataque.

A receita foi seguida no segundo quarto. Na segunda tentativa de corrida, o Istepôs chegou ao segundo touchdown, com o quarterback-sneak de Pezão. No ponto-extra, o chute foi bloqueado, Cabelo ficou com a bola, sofreu o fumble e o linebacker do Rex e da Seleção, Polastri, recuperou e levou até a endzone: 12 a 2 Istepôs.

No terceiro quarto, o wide-receiver do Rex, Guilherme Meurer, avançou 60 jardas para o primeiro touchdown da equipe. O kicker pomerodense Boddenberg confirmou o chute e o 12 a 9, que diminuía a liderança do Istepôs. Em nova jogada sensacional, Romário lançou para Well Garcia, que avançou 45 jardas e virou o jogo para o T-Rex: 16 a 12, com nova confirmação de chute de Boddenberg.

O momento era todo do Rex, tanto que Romário Reis correu 20 jardas, evitando os tackles, e fez mais um touchdown - 23 a 12 para o Rex, com novo acerto de Boddenberg. Logo após, Pezão foi interceptado por Mustang, que correu 35 jardas para marcar mais um touchdown. No ponto extra confirmado, os timboenses faziam 30 a 12.

O último quarto foi marcado pelo predomínio das defesas e sem grandes lances de ataque, o que não mudou o rumo da partida e o título catarinense confirmado, pela quinta vez, para o T-Rex.

Com informações do Salão Oval



Tags:
Veja também: