Domingo, 25 de Agosto de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 22Cº / Min 12°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

“Somos a força da Natureza”

Alunos do Projeto Protetores Ambientais, de Joinville, visitam Zoo Pomerode, para palestras sobre educação ecológica

8f84ce2340789528d8bd837bff2e305a.jpg Foto: Divulgação / Polícia Militar Ambiental

O slogan que está no título desta matéria, representa a Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina. E, alunos que fazem parte do Projeto Protetores Ambientais, do Colégio Militar de Joinville, visitaram o Zoo Pomerode para conhecer um pouco mais sobre as espécies e, também, conferir palestras com o tema de Educação Ambiental. Cerca de 29 jovens, entre 12 e 14 anos, passaram a manhã e um pouco da tarde no Zoológico.

O objetivo do Projeto Protetores Ambientais é transformar os alunos em multiplicadores ambientais, sendo uma extensão, um braço para a Polícia Militar Ambiental, no quesito educação ecológica. De acordo com a 3ª Soldado da Polícia Militar de Joinville, Josiane de Almeida Lara Raulino, os jovens servem como propagadores da preservação do meio ambiente.

“Se a gente faz um estande, em algum evento, eles distribuem panfletos, folders, conversam com as pessoas e explicam o que é o meio ambiente e a importância de preservá-lo. Isso acaba fazendo com que esse aprendizado que eles adquirem com o projeto, possa ser compartilhado com as famílias, amigos e a sociedade em geral”, relata.

Para serem aprovados no Protetores Ambientais, os jovens interessados em ingressar no projeto, são submetidos a uma prova. Os estudantes com as 30 melhores notas, da faixa etária de 12 a 14 anos, participam do programa, que tem 180 horas, feita no contra turno escolar. 

 

(Foto: Divulgação / Polícia Militar Ambiental)

 

“Eles recebem uma apostila com vários conteúdos sobre ecologia, meio ambiente, biodiversidade, assim como série de disciplinas envolvendo a Polícia Militar Ambiental, com treinamentos físicos e psicológicos”, completa Josiane.

 

Parceria com o Zoo Pomerode

A Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina possui uma parceria com o Zoo Pomerode há mais de 10 anos. Quando há um resgate de um animal ferido por caça, atropelamento ou outros motivos, alguns são levados para o Zoológico, ficando de quarentena, até estarem curados para voltarem à natureza. Sobre a caça, Josiane explica que é uma prática muito frequente, no Estado.

“Nós, da PM Ambiental, estamos fazendo várias ações para que o número de animais mortos pela caça, seja diminuído. Um exemplo: o veado campeiro acabou entrando em extinção aqui em Santa Catarina, pela caça frequente dessa espécie. E, esses alunos também ajudam nesse trabalho, na divulgação de assuntos que conscientizem e façam com que a caça seja menos frequente em nosso Estado”, finaliza. 



Veja também: