Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 28Cº / Min 18°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Projeto para revitalização da SC-110 é entregue

Deputado Estadual Vicente Caropreso esteve em Pomerode, para a entrega do documento

c06080ce45cb383408a3eaed9c77ca78.jpg Foto: Arquivo Jornal de Pomerode

Buracos, asfalto desgastado, sinalização ruim, acostamento precário. Estes são alguns dos problemas enfrentados pelos motoristas, motociclistas, pedestres e ciclistas que transitam pela Rodovia SC-110, no trecho que corta o bairro Testo Rega até a Serra que liga nosso município a Jaraguá do Sul.

O tema revitalização já esteve em pauta há alguns anos. Anunciada pelo ex-governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, a obra não saiu do papel, ficando apenas no projeto e no imaginário de quem precisa passar ou mora no local. 

Na quarta-feira, 17 de julho, o Deputado Estadual Vicente Caropreso esteve em Pomerode para falar sobre o tema. Ele foi recebido no Salão Nobre da Prefeitura e entregou ao Executivo o projeto de revitalização da rodovia. Antes da execução, será necessário obter verbas junto às outras esferas governamentais e, também, realizar a licitação da obra. De acordo com o parlamentar, o orçamento para a execução da obra é de cerca de R$ 40 milhões.

“A revitalização deste trecho é algo muito reivindicado, principalmente, pela população. Nossa primeira preocupação é conseguir realizar esta obra o quanto antes, para garantir e segurança das pessoas, em primeiro lugar, mas também porque esta região tem grande importância turística, sendo uma via muito utilizada por quem vem ao município. Por isso é muito importante que consigamos tornar a revitalização realidade”, defende o parlamentar.

 

(Foto: Raphael Carrasco / Jornal de Pomerode)

O trecho a ser revitalizado tem cerca de 11km, e vai desde o “pé da serra”, em Jaraguá do Sul, até o fim do domínio do estado em Pomerode. O Deputado Estadual também sinalizou que o Prefeito, Ércio Kriek, há quase um mês, solicitou ao Governo do Estado a possibilidade de parceria para manutenção da rodovia, no trecho desde o “pé da serra” em Pomerode até o fim do domínio do estado. A resposta para esta opção, em que o município entraria como um patrocinador a este trecho mais urbano da rodovia ainda está sendo aguardada.

 

Preocupação constante

Quem vive no local ou possui algum comércio às margens da via, vive constantemente com o medo de que tragédias aconteçam, assim como percebe os mais diversos prejuízos causados pela condição ruim em que a SC-110 se encontra.

Edison Bertoldo possui um supermercado às margens da rodovia. Ele afirma que a SC-110, além de ter o asfalto em péssimo estado, tem outros problemas que podem representar perigo para quem precisa passar pelo local.

“O acostamento da via é estreito e a sinalização, muito ruim, o que torna o trecho muito perigoso para quem passa por aqui e precisa fazer uma parada. Em nosso comércio, percebemos que muitas pessoas deixam de parar aqui por ser muito ruim retornar à rodovia depois. Além disso, muitos acabam passando por outros locais, para não ter que enfrentar a SC-110, o que para nós, comerciantes, é péssimo”, ele comenta.

Bertoldo também enfatiza que, embora já se tenha dito isso diversas vezes, é necessário ressaltar que falta segurança a todos que passam ali, seja qual for o seu meio de locomoção. “Recentemente, um caminhoneiro passou mal aqui perto e precisou ser atendido. O caminhão ficou no acostamento e o local foi sinalizado. Mas os ciclistas eram obrigados a passar pela rodovia, dividindo espaço com os carros, pois não havia espaço suficiente. Também nos preocupamos muito com as crianças, pois há uma escola próxima. Se os alunos passam pelo acostamento, correm perigo, pois algumas vezes é preciso desviar de vários buracos, o que pode acarretar num acidente mais sério. Precisamos de uma solução”, frisa o comerciante.



Veja também: