Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 33Cº / Min 21°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Problemas frequentes

Motoristas que precisam passar pela Rua Pedro Knopf sofrem com as condições da via e moradores pedem solução definitiva

5ab600dabfd1dac6bcbc2a9aaa47ecfa.jpg Foto: Divulgação

Há cerca de 10 anos, sempre o mesmo problema. Os moradores da Rua Pedro Knopf, no bairro Ribeirão Clara, já ficam preparados para uma situação frequente na via. Muitos carros que tentam subir o morro e chegar até as partes mais altas da rua, não conseguem finalizar o trajeto e acabam ficando “pendurados” nas laterais da via.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/29f51f06e48d9e702fd26857397d83d9.jpg

 

Os moradores relatam que estão lutando por melhorias há cerca de uma década, mas até o momento nada foi feito para evitar que estas situações acontecessem. Leticia Rafaela Lach, cabelereira autônoma, cuja residência fica na altura do número 1.065, relatou à nossa equipe que o carro da família já estragou diversas vezes, inclusive ficando preso nas laterais da estrada.

“Foram vários carros que já ficaram ‘pendurados’. É um vizinho nosso que nos ajuda a puxar, com a tobata, os carros que têm problemas quando passam por ali. Além disso, não chega a água do Samae e não há luz na estrada”, afirma Leticia.

A situação no local é tão complicada que, ao ir ao encontro da moradora para falar sobre a situação enfrentada, nossa equipe teve problemas para subir o morro e sair do local, passando pela mesma situação  que muitos motoristas.

Leticia conta que, nesta semana, foram feitos alguns trabalhos na rua, como alargamento da subida próxima à sua residência e a colocação de tubulação. Porém, agora, há um trecho que ficou mais alto que o restante da rua, trazendo uma nova dificuldade. “Mas a única coisa que pedimos é que um pedaço do morro seja cimentado, para não acontecer de carros ficarem pendurados ou acontecer algo pior, pois muitas vezes tem carros que precisam voltar de marcha ré para embalar de novo”, ressalta.

O secretário de Obras, Wilhelm Zilz, afirmou que os trabalhos já estavam sendo realizados há cerca de uma semana, pois se sabia das condições ruins do local e o objetivo foi atender à solicitação dos moradores.

“Os trabalhos foram finalizados no local nesta quinta-feira, quando passamos o rolo compactador na via, após a obra de alargamento da rua. Quando este tipo de trabalho é feito, é normal o solo ficar meio solto, mas agora estamos trabalhando para que o local fique próprio para que o carro não patine. Antes, era estreito e perigoso, agora, ficará muito melhor para os moradores”, destacou.

 



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Divulgação
Veja também: