Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020

facebook_icon

Hoje: Máx 33Cº / Min 23°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Pomerodense é campeã em concurso nacional de redação

Bruna Adrieli Reinke, de 13 anos, em sua primeira participação no concurso, faturou o primeiro lugar, com a melhor redação

7940f6bced080b78d6a9e6c9e2010295.jpg Foto: Isadora Brehmer / Jornal de Pomerode

A educação de Pomerode sempre foi referência não só no estado, mas também no país, a exemplo dos diversos medalhistas de ouro, prata e bronze nas Olimpíadas Brasileiras de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Agora, nossa educação é destaque, também, na Língua Portuguesa.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/906dd0914713bf0c60baa626ec8a4857.jpg

 

Isso porque a pomerodense Bruna Adrieli Reinke, de 13 anos, estudante da EEBM Duque de Caxias, foi a vencedora do 8º Concurso Nacional de Redação, Desenho e Vídeo, da Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), parceira da Celesc. Bruna fez a melhor redação sobre “Eletricidade com Segurança”, entre as mais de três mil participantes.

Bruna decidiu participar após a sugestão do professor de educação física, Luis Carlos Hellmann. “Quando eu aceitei esse desafio, comecei logo a pesquisar sobre o tema, para poder escrever melhor. Eu fiz uma primeira versão, recebi algumas sugestões, e depois fiz um novo texto, que foi entregue para avaliação. Tudo isso, fizemos em duas semanas”, comenta a aluna.

Para Bruna, foi um desafio, porque começou a saber mais sobre o assunto praticamente do zero, mas mesmo assim não poupou esforços para fazer o melhor trabalho possível. Isso porque, como era a primeira vez que participaria, tinha o objetivo de ganhar experiência e conhecimento, mas não imaginava vencer. A ideia era estar mais preparada para o próximo ano. Porém, sua redação foi tão boa, que já venceu de cara, em 2019.

“Quando recebi a notícia de que era a vencedora, fiquei muito feliz, assim como minha família, que vibrou muito com a minha conquista. Meu pai, Fernando, sempre foi um grande incentivador do hábito da leitura e também da escrita. Ele tinha uma estante de livros em casa, que era a maior. Mas com o passar do tempo, eu fui gostando cada vez mais, e hoje a minha estante é a maior da casa”, revela Bruna.

A estudante é uma grande fã de literatura e, embora ainda esteja no Ensino Fundamental, a carreira de escritora não é descartada. Por hora, ela se dedica aos estudos e se inspira em seu autor favorito, o escritor americano Nicholas Sparks, famoso pelos romances. Agora, a estudante pensa em seguir participando deste tipo de concurso, para evoluir cada vez mais.

A diretora da escola, Edilza Maria Rios Trierveiler, afirma que a escola soube da oportunidade por meio da Secretaria de Educação e Formação Empreendedora, em uma reunião de diretores e que este foi o primeiro ano em que inscreveram um aluno, conquistando, logo de cara, dois títulos, pois são duas etapas, a nacional (com uma banca julgadora) e a regional (com jurados distintos).

“Para a elaboração desta redação, foi realizado um trabalho extraclasse com a Bruna, pois sabiam que ela teria a responsabilidade e comprometimento necessários. Para a escola foi uma grande alegria, por ela estudar na Duque de Caxias desde muito cedo. E isso reflete o desenvolvimento dela aqui, que é muito importante, mostra que o aprendizado está acontecendo, que teve uma boa base para isso”, comenta Edilza.

O professor, Luis Hellmann, que incentivou Bruna a participar do concurso, ressalta a alegria em poder colher, com a aluna, os frutos deste esforço conjunto. “A escola toda influencia a busca por conhecimento, assim como a família, um trabalho conjunto de todos. E que é um orgulho para toda a cidade, porque chegar à etapa nacional já é difícil, agora imagine ganhar. Ano que vem acreditamos que o desempenho será melhor ainda”, destaca.

A diretora também frisa que a conquista de Bruna serve de exemplo para outras crianças que estudam na Duque de Caxias. Bruna recebeu como premiação dois certificados, dois troféus, dois tablets e um livro, assim como o professor e a escola.

 

Quer ser o primeiro a receber as notícias de Pomerode e região pelo WhatsApp? Clique aqui.



Veja também: