Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 28Cº / Min 18°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

O santo padroeiro dos católicos em Pomerode

Saiba como foi escolhido o padroeiro da Igreja Católica e como começou a história da religião em Pomerode

51c9f7d218adfc03ad764a3a05ea67aa.jpg Foto: Isadora Brehmer / Jornal de Pomerode

Em termos de religião, Pomerode possui duas crenças cristãs, que reúnem a maioria dos fiéis pomerodenses, a Luterana e a Católica. Esta, em cada uma de suas capelas e salões de comunidade, traz o nome de um Santo, que é como um protetor daquele local.

A igreja matriz da Paróquia São Ludgero localiza-se no Centro, mas você sabia que nem sempre ela foi neste local? A história do catolicismo em Pomerode começou a partir de 1867, quando um segundo grupo de imigrantes chegou à nossa região. Este segundo grupo veio de Münster, cidade na região da Westfália, no oeste da Alemanha. Oito famílias que vieram neste grupo seguiam a religião católica, sendo elas Heendt, Henkemeyer, Meyring, Scheeningen Thiess, Reilkerm Enkrott, Nunnerdorf.

 

Igreja Matriz passou a ser no centro em 1965. (Foto: Isadora Brehmer / Jornal de Pomerode)

Foram estas famílias, segundo os registros da Igreja Católica, que iniciaram a comunidade da religião em Pomerode. Elas se instalaram à margem direita do Rio do Testo, onde hoje é a Capela Nossa Senhora das Graças e começaram a se organizar como comunidade. Quatro anos depois, no dia 05 de maio de 1871, foi abençoada a igreja, cujo padroeiro era São Ludgero. Este foi o momento da Fundação da Igreja Católica em Pomerode.

Ainda de acordo com os registros históricos, os doadores do terreno para a construção da Comunidade Católica foram Bernardo Henkemeyer e Hermann Enkrott. No livro de atas de 1896, encontram-se outros nomes de outros benfeitores, o casal Andréas Weber e Antonia Weber.

O Padre Lauro Nunes, atual pároco de Pomerode, explica que a escolha do padroeiro da Igreja Católica em Pomerode foi por motivos de devoção destes imigrantes. “São Ludgero foi um bispo muito atuante na região de origem destes imigrantes, pois criou várias comunidades e paróquias lá. E como o terreno deve ter sido cedido à Igreja por um destes imigrantes, foi escolhido um santo ao qual eles fossem devotos”, destaca.

A matriz do catolicismo em Pomerode ficou localizada onde hoje é a Capela Nossa Senhora das Graças, até o ano de 1965, quando Pomerode tornou-se Paróquia. A matriz foi, então, deslocada para o Centro, onde está até hoje.

 

Vitrais são fruto de doações. (Foto: Isadora Brehmer / Jornal de Pomerode)

A Igreja Matriz de Pomerode chama a atenção pela arquitetura moderna, com traços diferenciados, se comparada a outras igrejas da cidade. Outro detalhe que impressiona são os vitrais nas janelas da igreja, pelas cores e desenhos. Tais vitrais, são fruto de doações de famílias e empresas pomerodenses.

 “Cada vitral pode ser usado na catequese para as crianças, pois conta a história de Jesus Cristo, e encanta quem visita e frequenta a Paróquia São Ludgero. Das igrejas católicas de Pomerode, a matriz é a única que possui esta obra de arte. O responsável na época da colo-cação foi o Padre Otávio Maffezzolli, que esteve à frente da Paróquia entre 1988 e 1991”, conta o Pe. Lauro Nunes.


Quem foi São Ludgero

São Ludgero nasceu em Friesland, atual Holanda, no ano de 743. Foi ordenado Padre em 777 e foi missionário em diversas regiões da Alemanha, inclusive Münster, região da Westfália, de onde vieram algumas famílias de imigrantes que se estabeleceram em Po-merode em 1867.

Nesta mesma cidade, foi ordenado bispo, em 804, sendo o primeiro daquela diocese. “Nas imagens do santo, ele é retratado segurando uma catedral em alusão às inúmeras comunidades e paróquias que fundou. Provavelmente ele foi escolhido como padroeiro pois alguém que foi pioneiro era muito devoto a ele. Hoje em dia, isso ainda acontece em alguns locais, mas em outros a comunidade se reúne e vota em quem deve ser o padroeiro”, esclarece o padre.

 

Padroeiro da Paróquia de Pomerode. (Foto: Isadora Brehmer / Jornal de Pomerode)

São Ludgero faleceu em 26 de março de 809, em Werden, Alemanha, mas suas relíquias foram levadas à Catedral de Münster, onde fica o seu santuário.

 

Quer receber as notícias de Pomerode e região pelo WhatsApp? Clique aqui.



Veja também: