Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 34Cº / Min 21°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

“O propósito que eu tenho é fazer alguma coisa pelo próximo e pela sociedade, sem custo algum”

O voluntariado tem sido uma constante na vida de Almir Zoboli, 55, há 34 anos

fa2c6c3087bb52066339f9d3e8aedf68.jpg Foto: Isadora Brehmer / Jornal de Pomerode

O voluntariado tem sido uma constante na vida de Almir Zoboli, 55, há 34 anos. Casado e pai de dois filhos, Zoboli atua como contador, mas também como presidente da diretoria da Apae.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/29f51f06e48d9e702fd26857397d83d9.jpg

 

 

Quando e como começou a sua relação com a Apae?

Em 1985, o sr. Haroldo Goede, com o qual tinha uma contabilidade e que era presidente na época, me convidou para ser contador da entidade e, para isso, precisava fazer parte da diretoria. E desde lá, abracei a causa e auxiliei a Apae como voluntário.

 

E com o movimento escoteiro?

O movimento escoteiro, quando começou, o meu filho mais velho, Leandro estava em idade de ser escoteiro. Então o levei na reunião para ver se teriam pessoas suficientes. Ele entrou e, anos depois, o meu filho mais novo, Vinícius, também aderiu ao movimento. E como estava sempre acompanhando, assistindo, comecei a me envolver também e acabei me tornando voluntário, em 2015.

 

O que o estimula a continuar nestas ações voluntárias?

O propósito que eu tenho é fazer alguma coisa pelo próximo e pela sociedade, sem custo algum. O voluntariado demanda tempo, então investimos este tempo para ajudar o próximo, seja no movimento apaiano ou no escoteiro. Também tenho envolvimento voluntário na APP da escola. Sempre busquei ajudar ao próximo.

 

Estar na Apae e no escotismo o engrandece como ser humano?

No caso da Apae, primeiramente, pensar que alguém não é capaz de algo e, ao começar a acompanhar, vemos o quanto ela tem capacidade. Quando vemos o atendimento de uma pessoa com deficiência e percebemos que ele consegue fazer aquilo, é muito gratificante. No movimento escoteiro é semelhante. Lá, os jovens se surpreendem com a sua capacidade de realizar as atividades. Se surpreendem com o ato de ajudar ao próximo e com o companheirismo que é desenvolvido. Isso é gratificante.

 

Hobby

Culinária, mais especificamente assar carnes. 

 

Personalidade que admira

Ayrton Senna. 

 

Time

Flamengo.

 

Filme

Até o último homem.

 

Comida

Uma boa pizza.

 

Livro
A Meta, de Eliyahu M. Goldratt.

 

Viagem

Para Gramado, em 2017. Viajamos em família para comemorar 25 anos de casamento. 

 

Frase

“Fazer algo para que o dia seguinte seja melhor”.

 

Ser voluntário é:

Fazer o bem, sem olhar a quem.

 

Quer receber as notícias de Pomerode e região pelo WhatsApp? Clique aqui.



Veja também: