Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 34Cº / Min 21°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

“O pomerodense sempre valorizou o Ballet Cultura, das mais diversas formas”

A coordenadora do Projeto Ballet Cultura de Pomerode e seu corpo de baile fizeram bonito em território norte-americano, trazendo de volta para o Brasil nove troféus

43014082fd1bb7ce3c06b464d8333d8d.jpg Foto: Raphael Carrasco / /Jornal de Pomerode

Formada em Educação Física e apaixonada pela dança desde a infância, Andrea Hradec pôde viver um “sonho de criança” no Magical Dance Tour, festival internacional de dança realizado em um local onde a magia acontece, no Walt Disney World. A coordenadora do Projeto Ballet Cultura de Pomerode e seu corpo de baile fizeram bonito em território norte-americano, trazendo de volta para o Brasil nove troféus, sendo um de melhor grupo e outro de melhor coreógrafa. 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/29f51f06e48d9e702fd26857397d83d9.jpg

 

 

Onde tudo começou

Minha mãe sempre quis fazer balé, mas não tinha condição financeira para entrar em uma escola de dança. Com o passar do tempo, minha mãe me matriculou em um curso de balé, aos 7 anos. Daí, me formei em Educação Física e comecei a dar aula de Ginástica Rítmica, em Timbó e no Teatro Carlos Gomes, em Blumenau. Aí, a diretora Betina, que na época era da Rosa Borck, pediu para dar aula lá na creche. Deu resultado e mais escolas queriam e, para ter algo mais concreto, resolvi apresentar um projeto na Prefeitura e logo já apareceram 16 escolas interessadas. E, agora chegamos ao 13º ano de Ballet Cultura. 

 

A viagem para a Disney

Eu digo que a nossa passagem pela Disney foi a mais especial de todas. Havia crianças e jovens no grupo que tiveram a oportunidade de andar de avião pela primeira vez. Estar na Disney foi algo muito surreal, espetacular, pois aquele lugar te passa uma energia muito incrível. E, é claro, o resultado totalmente positivo no Magical Dance Tour, onde conseguimos nove troféus. Mas, o troféu é só um objeto, o que fica na memória mesmo são as apresentações, aquele “friozinho” na barriga antes de entrar no palco. Realmente, foi um sonho.

 

A recepção em Pomerode 

Quando a gente estava chegando na Praça Jorge Lacerda, as mães que viajaram junto e uma parte dos integrantes já estavam emocionados. Nossa, foi muito lindo ver o pessoal aplaudindo a gente, reconhecendo o mérito, pois fomos para lá com o objetivo de levar o nome de Pomerode para fora do país, tanto que, fizemos questão de cantar o Hino de Pomerode, durante uma das premiações. Mas o pomerodense sempre valorizou o Ballet Cultura, das mais diversas formas, tanto na ajuda que precisamos para arrecadar dinheiro para a viagem, quanto a presença em massa nos nossos espetáculos. 

 

Próximos objetivos

Agora, iremos filmar uma coreografia e enviar ao comitê organizador do Festival de Dança de Joinville, pois queremos mostrar nosso talento por lá também, já que, é um dos maiores eventos do segmento do país e, até mesmo, do nosso continente. Trabalharemos fortes para isso e, se Deus quiser, estaremos lá! 

 

Uma referência na dança

Cecília Kerche, bailarina brasileira.

 

Um filme ou série 

Desenhos animados, amo assistir.

 

Uma viagem

Para a Disney.

 

A maior conquista

Estar à frente do Ballet Cultura Pomerode.

 

Um time

Corinthians.

 

Um sonho

Adotar uma menina.

 

Uma qualidade

O bom humor. 

 

Um defeito

Teimosia. 

 

O Ballet Cultura, para você, é...

A minha vida.

 

Quer receber as notícias de Pomerode e região pelo WhatsApp? Clique aqui.



Veja também: