Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 26Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Motorista do Jaguar envolvido em acidente irá a Júri Popular

Ainda segundo a juíza Camila Murara Nicoletti, o acusado deverá ser mantido preso até a data do julgamento.

244adbf9adbe5f33c48c6191ce23a814.jpg Foto: Corpo de Bombeiros

A juíza Camila Murara Nicoletti, de Gaspar, na tarde desta quinta-feira, dia 06 de junho, decidiu que Evanio Prestini, o motorista do Jaguar F-Pace envolvido no acidente que tirou a vida de duas mulheres, em fevereiro de 2019, na BR-470, irá a júri popular. Ainda segundo a magistrada, o acusado deverá ser mantido preso até a data do julgamento.

“A situação de o acusado ser réu primário, possuir residência e emprego fixos não é suficiente para modificar a necessidade de sua segregação provisória, até porque não serão esses elementos que o inibirão de reiterar a prática criminosa”, disse, na decisão.

A colisão aconteceu por volta das 6h do dia 23 de fevereiro, em Gaspar. Duas garotas, que estavam no Fiat Palio, faleceram: Amanda Grabner Zimmermann, de 18 anos; e Suelen Hedler da Silveira, de 21. As outras três passageiras sobrevieram. Já condutor do Jaguar foi submetido ao teste de alcoolemia, que apontou 0,72 miligrama de álcool por litro de ar expelido, sendo preso em flagrante. No dia seguinte à ocorrência, a prisão de Prestini foi convertida para preventiva.

Na época, os seus advogados solicitaram revogação da prisão, que foi negada pela Comarca de Gaspar. A defesa, então, entrou com o pedido de habeas corpus, no Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), que também foi negado. Quase duas semanas depois, no julgamento do Colegiado, os desembargadores decidiram por manter o acusado no Presídio Regional de Blumenau.



Tags:
Veja também: