Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 34Cº / Min 21°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Mais do que um cachorro, um membro da família

Família leva susto após cachorro cair em bueiro, na rua de sua residência, mas se sentem aliviados após o salvamento do animal

3fd5826f948c0a06576d2c076e40e705.jpg Foto: Raphael Carrasco/JP

O que representa um animal de estimação, para você? Para alguns, é um companheiro do dia-dia ou para garantir a segurança da casa. Para outros, é considerado como um membro da família, tipo um filho ou um irmão. No fim de semana, mais precisamente no último sábado, dia 12 de outubro, a família Krajewski levou um susto quando o xodó, o cachorrinho Billy, caiu em um bueiro aberto enquanto passeava com uma das donas, na Rua Jaraguá, centro de Pomerode.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/29f51f06e48d9e702fd26857397d83d9.jpg

 

O cão da raça Poodle Toy ficou cerca de três horas debaixo dos paralelepípedos e, para a retirada do cachorrinho de lá, foram mobilizados o Corpo de Bombeiros Voluntários de Pomerode, Samae e o tratorista da Prefeitura de Pomerode, que utilizou o veículo para abrir espaço na rua, já que Billy andou aproximadamente, segundo os donos, 15 metros à frente, pela tubulação. A operação envolveu muita paciência e cuidado, tanto para não ferir o animal com a escavadeira, quanto para não estourar uma tubulação de água, o que poderia acarretar no afogamento do bichinho, já que a raça é caracterizada pelo seu tamanho de pequeno porte. 

E, por volta das 14h30min, veio o alívio. Billy foi retirado do local, levando a alegria aos que estavam acompanhando todo o resgate. E, apesar do grande susto, tempo que ficou dentro do bueiro e a queda, o Poodle Toy não sofreu nenhum ferimento, constatado pelo veterinário, que examinou o cachorro em outro momento.

Agora, depois do final feliz, chegou a hora de conhecermos os donos do Billy e um pouquinho de sua história. Ralf e Guisela Krajewski, 65 e 64 anos, respectivamente, pegaram o cachorrinho, quando filhote, em Navegantes. Hoje, o cão impressiona pela idade, já que tem 17 anos, mas mesmo com os problemas de saúde e visão prejudicada por conta da velhice, ainda está muito lúcido. 

Ele foi o primeiro cachorro de porte pequeno da família, que sempre estava acostumada com cães de porte grande, como pastor alemão. Todos os familiares possuem um relacionamento muito tranquilo com o Billy, já que a raça é caracterizada pela sua fidelidade ao dono e companheirismo. Para a dona Guisela, o seu Poodle Toy é considerado como um membro da família, e quando recebeu a notícia, em primeiro momento, não acreditou no que viu.

“Nós ficamos sabendo pelo Jornal de Pomerode. Estávamos viajando e recebemos uma mensagem no Whats, com o link da matéria. Nós olhamos, em primeiro momento, e não percebemos, mas quando vimos o nome da rua e a foto, dissemos, ‘é o Billy!’. Só tenho a agradecer ao Dümes, tratorista da prefeitura, Corpo de Bombeiros Voluntários de Pomerode, a vocês do Jornal e a todos os envolvidos nesse resgate, que trouxe de volta para nós o nosso Billy”, conta Guisela.

A Rua Jaraguá, depois do ocorrido, teve que ficar parcialmente interditada, já que houve a necessidade de cavar um buraco maior, para a retirada do cachorro. A prefeitura já efetuou os devidos reparos na via e tampou o bueiro aberto, onde o cachorro caiu.  Agora, o Billy segue fazendo a alegria da família, que terá uma boa história, com um final feliz, para contar as próximas gerações. 

 



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: Arquivo Pessoal Raphael Carrasco/JP
Veja também: