Terca-Feira, 22 de Outubro de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 23Cº / Min 18°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

JP Saúde - A eterna busca...

Quando o número na balança se torna a principal meta na sua vida, algo não está certo

dba0bdc72135849350ef58bec81e7c33.jpg Foto: Divulgação

Quando o número na balança se torna a principal meta na sua vida, algo não está certo. O emagrecimento tem sido banalizado pelas pessoas e, principalmente, por alguns profissionais. A conta não fecha. Tantas clínicas prometendo o tão desejado emagrecimento saudável e definitivo, mas o que vemos, na realidade, é um aumento do sobrepeso no Brasil, que já passa dos 55%. Já está comprovado que 95 a 97% das pessoas que fazem uma dieta muito restritiva, sem estarem doentes, voltam a ganhar o peso perdido ou até mais. E é isso que faz a roda da indústria do emagrecimento girar. 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/29f51f06e48d9e702fd26857397d83d9.jpg

 

Quando o foco é colocado todo no emagrecimento, o risco de “cair” é enorme, pois tudo que você faça, estará relacionado ao objetivo final: emagrecer! Você pode se alimentar melhor, dormir melhor, fazer exercícios físicos, sentir-se mais disposto, mas nada terá valor, se não emagrecer. Aí você para com todas as mudanças que conquistou por não ter “batido” a meta. Logo acontecerá o tão conhecido efeito sanfona.

O emagrecimento pode, sim, ser uma busca, mas não a principal, e sim, uma consequência. Não se deixe ficar doente por metas inalcançáveis, dietas restritivas, que cortam, além de alimentos, prazer, amor e cuidado. Nem 8, nem 80, com cuidado e respeito por você mesma(o), é possível buscar o equilíbrio.

O ato de comer é um privilégio, não o faça com culpa, não se julgue e não julgue os outros pelo corpo que têm ou pelo que comem.

Um grande abraço!

Dr Geliandro Ribeiro
Nutricionista
Abordagem comportamental
CRN10 2288

 



Veja também: