Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 34Cº / Min 21°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Ele tem amor ao Tricolor

Desde criança, Luan Kühl nutre uma paixão pelo clube que mais disputou campeonatos estaduais no Brasil: o Fluminense Football Club.

9acfa8c73f78f8e955e5ce7d0157670e.jpeg Foto: -Três gerações e uma mesma paixãoDivulgação

A cena é bastante comum: o pai, torcedor fanático pelo seu time, faz questão de perpetuar essa paixão para seus descendentes. Pois foi exatamente o que aconteceu na vida do representante comercial Luan Kühl, de 30 anos, nosso personagem de mais uma reportagem da série “Fanáticos”. Isso porque, desde criança, ele nutre uma paixão pelo clube que mais disputou campeonatos estaduais no Brasil: o Fluminense Football Club.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/29f51f06e48d9e702fd26857397d83d9.jpg

 

Kühl ressalta que nunca torceu para nenhum outro clube e que foi influenciado pelo seu pai, Marcos, a amar o Tricolor carioca. Tanto que, em nome dessa paixão, chegou a passar por maus momentos. “Aconteceu na final do Copa do Brasil de 2007. Fomos até Florianópolis para assistir ao jogo decisivo, diante do Figueirense. A excursão foi organizada pela Flu Timbó e, ao chegarmos no Estádio Orlando Scarpelli, a nossa van foi cercada por alguns torcedores do Figueira. Acabamos demorando pra entrar no estádio, tanto que conseguimos apenas acompanhar a partida, quando já estava terminando o primeiro tempo. Mas, valeu a pena”, conta. Na oportunidade, Fluminense venceu o duelo, por 1 a 0, gol de Roger, e conquistou Copa do Brasil.

 

Aos oito anos, Luan já demonstrava a sua torcida (Foto: Arquivo Pessoal)

Outro jogo inesquecível para o pomerodense, no entanto, aconteceu há 24 anos. “Apesar de ter acompanhado os títulos brasileiros, da Copa do Brasil e, também, as finais de Sul americana e Libertadores, a partida mais emocionante que eu vi foi a final do Campeonato Carioca de 1995. Para mim, este foi o Fla-Flu mais emocionante de todos, com o inesquecível gol de barriga do Renato Gaúcho”, relembra.

Além do atacante, Kühl possui um grande carinho por alguns jogadores da sua geração. “Destes, posso citar o Conca, Thiago Neves, Deco e Washington, além de outros mais antigos, como Paulo Victor, Rivelino, Branco, o ‘casal 20’ Washington e Assis, o próprio Renato Gaúcho e Romerito, que, inclusive, tive a oportunidade de conhecer pessoalmente, nos encontros promovidos pela Flu Timbó. Mas meu maior ídolo é o Fred, por ser a maior referência nos últimos tempos. Jogou por sete anos no clube, conquistou títulos e a torcida”, pondera.

 

 Meu maior ídolo é o Fred, por ser a maior referência nos últimos tempos. Jogou por sete anos no clube, conquistou títulos e a torcida.

 

O torcedor tricolor é pai do pequeno Henrique diz que a rivalidade em nossa cidade é bastante sadia, apesar de ter que conciliar as coisas, em casa. “Aqui em Pomerode, quase não existe rivalidade, na verdade, é mais uma zoeira ou outra, por algumas situações que os times vivem. Mas é tudo muito tranquilo. Só que eu sempre tenho que ‘driblar’ a minha esposa Gabriela, que é vascaína, para poder fazer com que meu filho também torça para o Fluzão”, brinca.

 

Casal lida muito bem com as diferenças clubísticas (Foto: Divulgação)

O otimismo também é grande e a perspectiva de que o Fluminense volte a brigar por grandes títulos anima o representante comercial. “Com a eleição do Mário Bittencourt e do Celso Barros, os torcedores estão um pouco mais otimistas. Mas o que a FluSocio fez com o clube, na sua gestão, foi muito grave, pois acabou rompendo com seus principais patrocinadores e jogadores. Acredito que, com uma diretoria séria e um bom patrocínio, seja bem possível brigar por títulos. Acho que o Nenê pode contribuir mais do que o Ganso, pois desde que saiu do Santos, não teve mais uma grande temporada. Mas espero que consigam demonstrar um bom futebol. Afinal, Fluminense é paixão, é um clube de muitos extremos”, finaliza.

 

Quer ser o primeiro a receber as notícias de Pomerode e região pelo WhatsApp? Clique aqui.



Galeria de fotos: 3 fotos
Créditos: Divulgação Divulgação Divulgação
Tags:
Veja também: