Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 28Cº / Min 18°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Downhill pomerodense sobe ao pódio na Taça Brasil

A prova teve a presença de, aproximadamente, 160 competidores, cujas largadas aconteceram a 237m acima do nível do mar.

8022c23c4d9f9d13a1b5d1ab4428507b.jpeg Foto: Divulgação

Mais uma vez, os melhores pilotos do País mostraram suas habilidades morro abaixo, durante a disputa da Taça Brasil de Downhill, realizada nos dias 03 e 04 de agosto, na Praia de Laranjeiras, em Balneário Camboriú. O evento, organizado pela Federação Catarinense de Ciclismo (FCC), em parceria com a Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú, contou pontos para o ranking brasileiro da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e Catarinense da modalidade.

A prova teve a presença de, aproximadamente, 160 competidores, cujas largadas aconteceram a 237m acima do nível do mar. O circuito, de alto nível técnico, possui 1,4 mil metros de comprimento, em uma das pistas mais icônicas do Brasil, que já sediou grandes eventos, como Copas do Mundo, Campeonatos Mundiais Máster e Campeonato Pan-americano, entre outros.

E como não poderia deixar de ser, Pomerode se fez presente nas disputas. A equipe Funpeel / Zoo Pomerode / Hot Pepper Racing Team levou 11 atletas para a competição nacional e o destaque ficou com William César Michalack, campeão da categoria Rígida II, com o tempo de 2’42”276. Ainda nesta categoria, Rodrigo Tiago Volkmann terminou na terceira colocação, descendo o percurso em 3’14”722. E Pablo Henrique Schumann também subiu ao pódio, na Full, completando a prova em 2’53”786, o que lhe deu a quinta colocação.

 

Pódio da categoria Rígida II (Foto: Divulgação)

Pódio da categoria Full (Foto: Divulgação)

Ainda participaram na Full, Matheus Gabriel Hackbarth, que ficou em sexto (2’58”429); Rodrigo Henrique Oechsler, na 14ª colocação (3’15”086); Rafael Mohr, 15º colocado (3’15”790) e Matheus Piske, que terminou em 16º (3’17”966). Já Lucas Eduardo Oechsler não chegou a competir, em virtude de uma queda, nos treinos livres de sábado.

Na categoria Sub 30, Guilherme Schultz terminou em 17º (2’46”577); Victor Konell Neto completou a prova na 23ª colocação (2’54”615); e Augusto Henrique Freiberger figurou em 24º lugar (2’55”757).

Já pela Dárien Bike Team, Nikolas L. Spredemann ficou na oitava colocação da categoria Infanto Juvenil, com o tempo de 3’49”910. Um pneu furado, na descida final, impediu o jovem piloto de tentar uma posição melhor.

 

A prova foi muito dura, com pista seca, muito pó e percurso traiçoeiro. Outro fator foi o nível de todos os atletas, que era muito alto, afinal, tivemos os melhores do estado e do Brasil nessa etapa. Nossa equipe está de parabéns com todos os resultados, pois não foi fácil para ninguém.

 

A primeira colocação, em sua categoria, foi muito comemorada por Michalack, pois mostra a evolução para o ano de 2020, quando pretende estar na categoria Elite. “Estou sem palavras para essa etapa. Para mim, foi a melhor da minha carreira, sem contar a imensa alegria de ficar em 48° na classificação geral, de um total de 160 pilotos. A prova foi muito dura, com pista seca, muito pó e percurso traiçoeiro. Outro fator foi o nível de todos os atletas, que era muito alto, afinal, tivemos os melhores do estado e do Brasil nessa etapa. Nossa equipe está de parabéns com todos os resultados, pois não foi fácil para ninguém”, ressalta.

 

Quer receber as notícias de Pomerode e região pelo WhatsApp? Clique aqui.



Tags:
Veja também: