Terca-Feira, 22 de Outubro de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 25Cº / Min 17°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Concedido à iniciativa privada

O aeroporto de Navegantes será concedido à iniciativa privada, até o fim do ano de 2020. A garantia foi dada pelo ministro Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura, em reunião com o governador Carlos Moisés, em Brasília, na tarde de quarta-feira, dia 08

6c6a08453302e254262fb869ff900e28.jpg Foto: Edsom Leite / MInfra

O aeroporto de Navegantes será concedido à iniciativa privada, até o fim do ano de 2020. A garantia foi dada pelo ministro Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura, em reunião com o governador Carlos Moisés, em Brasília, na tarde de quarta-feira, dia 08. Enquanto os estudos de viabilidade da concessão não ficam prontos para embasar o leilão, o Governo Federal decidiu manter o plano de investimento no atual terminal, que será reformado para melhor atender os passageiros.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/29f51f06e48d9e702fd26857397d83d9.jpg

 

Segundo o governador Moisés, o edital de concessão deve prever um novo terminal e nova pista no aeroporto, que atende a maior parte do Vale do Itajaí, a região mais populosa de Santa Catarina.

“Queremos passar uma mensagem de tranquilidade. O aeroporto de Navegantes vai ser qualificado no Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) e vai a leilão no ano que vem. Nós temos, também, uma pauta de investimentos para adequar a demanda que já existe. Isso, de forma nenhuma, compromete a concessão que vai ser feita. Pelo contrário, vai trazer mais atratividade. Assim que esse aeroporto for concedido, nós vamos ter uma pauta de investimentos ainda maior para adequá-lo aos padrões internacionais. Então, nós vamos ter a conjugação de investimentos feitos pela Infraero e investimentos feitos pela iniciativa privada a partir da concessão”, afirmou o ministro Freitas, ao lado do governador.

Além de Moisés e do ministro, também participaram da reunião os secretários Lucas Esmeraldino (Desenvolvimento Econômico Sustentável) e Diego Goulart (Articulação Nacional), o presidente da SCPar, Gustavo Salvador, o diretor de operações da Infraero, brigadeiro André Luiz Fonseca, o secretário nacional de Aviação Civil, Carlos Eduardo Resende Prado, o secretário nacional de transportes terrestres, general Jamil Megid Júnior, e o diretor executivo do DNIT, André Kuhn.

 



Veja também: