Domingo, 22 de Setembro de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 19Cº / Min 11°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

1º caso de chikungunya é confirmado em Jaraguá do Sul

Mulher de 27 anos teve doença em março. Desde 2016 não havia casos na cidade. Caso foi confirmado pela Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul, nesta terça-feira, dia 23 de abril

b62af7bb76d32d9c4a387481c5dd2e2d.jpg Foto: Divulgação

 Em Jaraguá do Sul, no Norte catarinense, uma mulher de 27 anos teve febre chikungunya confirmada, segundo a Prefeitura Municipal,  nesta terça-feira, dia 23 de abril. Este é o primeiro caso do município desde 2016, e segundo no estado neste ano.

Segundo a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) da cidade, a mulher apresentou sintomas da doença, no dia  1º de março e chegou a ser atendida em dois hospitais, além de passagem por um infectologista, em Blumenau.

No dia 22 do mesmo mês, a mulher  foi atendida em uma unidade de saúde de Jaraguá do Sul e foi constatada a doença, posteriormente com o exame laboratorial encaminhado para Laboratório Central do Estado (Lacen). A paciente foi medicada, não precisou ser hospitalizada e passa bem, segundo a Dive municipal.

Os técnicos da saúde investigam a origem da doença, ou seja, onde a mesma foi contraída. Segundo relatos, a moça esteve em São Paulo nos dias que antecederam os sintomas. No município, foi feita verificação em locais próximos a casa da paciente e não foram encontrados focos de mosquito.

A febre chikungunya é transmitida pelo aedes aegypti, que também é responsável pela propagação da dengue, zika vírus e febre amarela.



Veja também: