Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Zoo Pomerode aliando preservação e tecnologia

Animais mecatrônicos são a novidade no local e parte de um projeto a longo prazo, de trazer mais tecnologia para o Zoo.

9cf72a5924f8ed5b0d133ee63152d89e.jpg Foto: Raphael Carrasco/JP

O Zoo Pomerode, mais uma vez, está sendo pioneiro no estado. Isso porque a instituição está implementado 16 animais mecatrônicos, sendo o primeiro zoológico do estado a aderir a esta tecnologia e tendência. O Zoo Pomerode está executando, agora, a primeira fase, de seis etapas, de um planejamento a longo prazo, de trazer mais tecnologia e novidades. 

Os animais mecatrônicos chegaram ao Zoo em fevereiro deste ano, vindos da China, mas o projeto começou há cerca de um ano e meio. Ao todo, são 16 animais, de nove espécies diferentes, sendo elas hipopótamo, zebra, leão, panda, urso polar, serpente, rinoceronte, crocodilo e lobo. 

Como a ideia é criar um ambiente completo em torno dos animais, inclusive com cenário, a instalação completa deve terminar até o início do mês de julho, segundo a administração do Zoológico. O investimento ultrapassou os R$ 300 mil.

Segundo o diretor do Zoo Pomerode, Maurício Bruns, a intenção é criar uma interação com o público, principalmente o infantil e, a partir daí, criar lembranças nos visitantes relacionadas ao Zoo Pomerode, já que crianças e adultos poderão tocar e interagir com os animais.

“Temos um projeto audacioso e tenho certeza que, com a nova tendência que o zoológico está aderindo, de trazer mais tecnologia, o Zoo Pomerode tem tudo para se tornar um dos principais parques neste segmento no país. E esta é uma forma e perpetuar uma informação. Pequenas ações estratégicas para fazer o Zoo ser lembrado”, destaca Bruns.

 



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Raphael Carrasco/JP
Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg