Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Visita especial na Páscoa

Água Doce traz coelho de verdade para a academia e entretém as crianças com a atração.

c290d5b16a1931f938eca4eb6eeb4eab.jpg Foto: Raphael Carrasco/JP

Qual é a criança que resiste ao Coelho da Páscoa? Se existe alguma, são raros os casos, principalmente entre as mais novas, que ainda estão descobrindo o mundo.

Portanto, com o objetivo de tornar a Páscoa de seus alunos ainda mais feliz, a Água Doce Aquática e Fitness trouxe uma visita para lá de especial na semana que antecede esta data comemorativa. 

Quem vinha para as aulas na academia e escola de natação, se deparava com uma companhia fofa e peluda. Isso porque os proprietários do estabelecimento, José e Márcia Avancini, decidiram trazer para o local a coelha do filho deles, a Lola. 

“Como estávamos tão próximos da época da Páscoa, achamos que seria uma boa ideia trazê-la aqui. E não nos enganamos. Como ela é muito mansa, as crianças e os adultos puderam chegar perto, admirar e acariciar a Lola, encantando a todos”, revela Márcia. 

A ideia deu muito certo, principalmente para as crianças, que tinham uma ótima distração, antes e depois das aulas. Segundo Márcia, outro ponto muito interessante foi a surpresa de algumas crianças com a coelha, pois muitos nunca tinham conhecido um de verdade. 

“A ‘distração’ para as crianças funcionou muito bem e ainda casou com esse clima da Páscoa, de esperar e conhecer o Coelho da Páscoa, já que, em geral, as crianças são muito envolvidas no assunto, em casa e na escola. Foi realmente muito legal”, afirma a proprietária. 

Esta foi a primeira vez que a academia teve uma visita como esta. Em anos anteriores, a única “atividade” da Páscoa era a distribuição de ovinhos de chocolate para os alunos, e, segundo a administração, foi uma atividade muito proveitosa. 

“As crianças ficaram mais tranquilas na presença do coelho. Como trabalhamos muito com crianças menores e, às vezes, elas precisam esperar um pouco mais até o início da aula ou esperar que alguém venha buscá-las, no final, essa semana ficou muito tranquilo, porque eles sentavam em volta da Lola e eles esqueciam do tempo. Muitos até não queriam ir embora, e sim, ficar mais um tempo com o coelho”, comenta Márcia. 

Ela ressalta, ainda, que é importante sempre ter algo para mudar o foco da criança. “Às vezes ela já vem correndo, agitada, de uma rotina de atividades e quando chega aqui, relaxa, porque os animais têm esse efeito”, acrescenta.

Já é uma tradição da Água Doce promover atividades ou atrações diferenciadas em datas comemorativas. Exemplos são a festa junina e eventos para a Semana da Criança, que já são fixas da programação da academia.

 



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Divulgação
Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg