Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Vacinação contra a gripe inicia nesta semana

No último dia 10 de abril, quarta-feira, mais uma campanha de vacinação foi iniciada. Após a grande procura pela vacina da Febre Amarela, que teve campanha no mês passado, chegou a hora da vacinação contra a Influenza, mais popularmente conhecida como Gripe

f6ef58ec00bef152271206b6bf222d80.jpg Foto: Raphael Carrasco / Jornal de Pomerode

No último dia 10 de abril, quarta-feira, mais uma campanha de vacinação foi iniciada. Após a grande procura pela vacina da Febre Amarela, que teve campanha no mês passado, chegou a hora da vacinação contra a Influenza, mais popularmente conhecida como Gripe.

Diferentemente da Febre Amarela, onde o governo libera as doses para qualquer tipo de pessoa, para se vacinar contra a Gripe, gratuitamente, é necessário estar no grupo de risco (que está detalhado no box, ao fim da matéria). A estimativa de doses distribuídas neste grupo de risco deve atingir, segundo o Ministério da Saúde, 8.655 pessoas.

 A Campanha Nacional de Vacinação se estenderá até o dia 31 de maio, tendo o dia 04, daquele mês, o dia da mobilização nacional, o dia “D”. 

Este ano a Campanha da Influenza será em duas etapas: o período de 10 a 19 de abril, a vacina será disponibilizada para as crianças, gestantes e puérperas. A partir do dia 22 do mesmo mês, será liberada para os demais grupos prioritários.

Para quem não está na lista e se interessa em tomar a vacina, a Acip irá promover uma campanha de vacinação, em parceria com o Sesi. No dia 29 de abril, das 9h30min às 20h, os interessados deverão se dirigir à sede da Acip para aderir à campanha. A vacina trivalente terá o custo de R$ 60,00 para associados, e de R$ 65,00 para não associados. Já a quadrivalente tem o custo de R$ 80,00 para associados, e de R$ 85,00 para não associados. O pagamento será efetuado, em dinheiro, no dia da vacinação.

Grupos de risco

- Crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias)

- Gestantes

- Puérperas (até 45 dias após o parto)

- Trabalhadores de saúde

- Professores

- Povos indígenas

- Indivíduos com 60 anos ou mais de idade

- Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas

- População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional

- Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais



Veja também:









Publicidade

  • 
    eb224b55631b8f403d168a912e1f6fb6.jpg4b580c53dad677f2141dea5ad908465d.jpg