Jornal de Pomerode


Vacina Pentavalente segue em falta em rede pública e privada de todo o estado

Todo o estado de Santa Catarina está com falta da vacina Pentavalente. Importante para a proteção de crianças contra doenças como difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e influenza B, a dose faz parte do Calendário Básico de Vacinação da Criança do Ministério da Saúde.

4d5c6c9e3aa61c798a3947e9b4b5e98e.jpg Foto: Roni Rigon/Agência RBS

Todo o estado de Santa Catarina está com falta da vacina Pentavalente. Importante para a proteção de crianças contra doenças como difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e influenza B, a dose faz parte do Calendário Básico de Vacinação da Criança do Ministério da Saúde.

Em Pomerode ainda restam 20 doses, mais a quantidade presente nas unidades. “Se as vacinas não forem fornecidas no mês que vem, a quantidade pode não ser suficiente para atender a população, ocorrendo o risco de faltar”, explica a gerente da Vigilância Epidemiológica de Pomerode, Simone Steffens da Silva. Todo o mês o município solicita um estoque de acordo com a necessidade. Segundo Simone, geralmente são solicitados de 100 a 150 doses que são entregues logo no início do mês. Em Florianópolis, uma das principais clínicas da rede particular que disponibiliza a vacina, também está com falta há cerca de 20 dias.

Em nota, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive) explicou que o a vacina está em falta devido a um problema nos repasses do Ministério de Saúde para todo o país. As doses adequadas não são recebidas desde o início do ano, e a previsão para a regularização é julho. Ainda segundo a Dive, em 2016 foram disponibilizados 6 milhões de doses importadas, que aguardam a liberação da Anvisa. Segundo o Ministério de Saúde, foram distribuídas 73,8 mil doses da vacina para o estado até maio, o Dive informou que foram entregues apenas 60.650 doses.

A vacina, de tipo injetável, é uma união da vacina Tetravalente com a vacina de Hepatite B, e é fundamental para crianças de quatro e seis meses e dois anos. A falta de estoque em unidas públicas e privadas preocupa pais em todo o país. 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • b24e1f3813003e2cb3b72b7c37281d09.jpg