Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Uma homenagem aos profissionais da área gráfica

No dia 07 de fevereiro, é comemorado o Dia do Gráfico, homenageando a classe que atua no setor

fd61b6bc4fe66722b209998bfa3eeb22.jpg Foto: Raphael Carrasco/JP

Nesta semana, mais precisamente no dia 07 de fevereiro, quinta-feira, é comemorado o Dia do Gráfico, profissional que trabalha com a impressão de materiais de vários tipos. Revistas, jornais, livros, panfletos publicitários, cartazes, notas fiscais, etiquetas, convites, ou banners - se forem impressos, passam pelas mãos de um gráfico. E, se não fossem por eles, o Jornal de Pomerode, em sua edição impressa, não estaria em suas mãos neste exato momento. 

Para homenagear a classe, conversamos com quem vive diariamente no ramo. Fomos até a Impressora MAYER, gráfica pomerodense que faz 60 anos em 2019. Ao todo, 90 colaboradores atuam nos diferentes turnos da empresa. No meio desses 90, encontramos o Edegar Rahn e o Ademir Kressin, que, juntos, somam 64 anos trabalhando na MAYER.

Edegar, 50 anos, começou em 1982, fazendo serviços de distribuição e montagem de chapas tipográficas por quase 16 anos. Nos dias de hoje, Rahn trabalha com a máquina KSBA, que realiza o corte e vinco e meio corte, ou seja, tudo que envolva picotes, separação e relevo. Ele fala que muitos tickets de festas e eventos foram e ainda são cortados para ficar em seu formato ideal.

“Me lembro que em uma época, cortávamos muito os tickets que eram usados na Oktoberfest, fizemos em grande quantidade, pois trata-se de uma festa muito grande. Gosto do que faço, sou muito feliz trabalhando aqui. Temos liberdade, podemos conversar com as outras pessoas que estão do nosso lado. Não há aquela situação de abaixar a cabeça e ficar olhando apenas para a máquina”, comenta o funcionário da empresa.

Rahn atribui à confiança os 36 anos de Impressora MAYER e diz que a mesma é a chave para a longevidade no trabalho.

“Eu não me imagino fazendo outra coisa. A empresa gosta do serviço que presto por aqui, confiaram na minha pessoa, então eu garanto a todos da MAYER que não precisam se preocupar com o meu serviço, pois realizo com muito carinho e responsabilidade”, finaliza o operador de corte e vinco.

Já Ademir, 45 anos, está na MAYER há 28 anos e já havia trabalhado em outras empresas do ramo. Começou na área de distribuição e montagem de chapas tipográficas, mas ficou realizando este tipo de serviço por quase um mês. Depois desse tempo, chegou a hora de assumir a minerva, que baseia-se na colocação da matriz ou rama tipográfica com tipos, gravuras e clichês na parte fixa, que recebe tinta dos rolos de borracha. E, até hoje, realiza o trabalho que iniciou há quase 30 anos. 

Kressin é um amante da profissão e conta que se sente bem trabalhando na área gráfica. “É divertido, pois você acaba não realizando o mesmo serviço todos os dias, as rotinas acabam se tornando diferentes, dependendo da demanda que recebemos aqui. Isso faz com que o nosso cotidiano aqui dentro da gráfica fique mais leve e melhor para se trabalhar. E, é por isso que estou quase 30 anos aqui”, relata o gráfico.

A Impressora MAYER, fundada no dia 16 de maio de 1959, se tornou uma das empresas mais importantes do mercado de gráficas de Santa Catarina. Consagrada pela sua qualidade e comprometimento com seus clientes, busca continuamente o crescimento e desenvolvimento tecnológico para garantir a satisfação de clientes e colaboradores. A empresa fica localizada na Rua XV de Novembro, 1000, no Centro de Pomerode.



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Divulgação
Veja também:









Publicidade

  • 
    eb224b55631b8f403d168a912e1f6fb6.jpg4b580c53dad677f2141dea5ad908465d.jpg