Jornal de Pomerode


Uma escola crescendo pelo exemplo

Com poucos anos de vida, a Duque de Caxias, já mostra toda sua força através da união da comunidade com a escola

A Escola de Educação Básica Municipal Duque de Caxias está há 47 anos crescendo com o apoio da comunidade. E a APP está somando esforços no objetivo de ver a escola se desenvolver e crescer ainda mais. Hoje, com aproximadamente 220 alunos, atende crianças da educação infantil ao 9º ano, além da creche, atendendo crianças a partir dos quatro meses de vida.


A APP está na escola para manutenção e consertos pontuais, mas uma das grandes dificuldades para realizarem outros projetos maiores na escola é a questão financeira, na qual não estão recebendo nenhuma contribuição federal. Mas um ponto positivo é que a escola pode contar com o apoio dos pais e da comunidade, que sempre ajudam com mutirões e doações.

 

Outro ponto positivo é a festa escolar, que este ano acontece no dia 11 de junho no Pavilhão de Eventos de Pomerode. Com o dinheiro arrecadado na festa, a intenção, principal é trazer mais segurança para a escola, com a colocação de um portão eletrônico.


Na escola, também irão fazer a instalação de um portão nos fundos, para carga e descarga, já que hoje a instituição só possui um acesso. Terão também toda uma reorganização da parte ambiental e do principal projeto que é a Horta Escolar. Segundo a Diretora Cleusa Hoge, "a horta tem objetivos tanto na parte de produção, quanto na educação da criança, para conscientizar como faz, porque precisa plantar, porque comer verduras. Então, também tem a parte pedagógica e, do quanto a terra é importante para nós".


A Duque de Caxias também trabalha com o período integral e os alunos no contraturno trabalham com macro campos de estudo. "A educação integral trabalha com macro campos, eles trabalham como se fossem disciplinas, e um campo de estudo é o meio ambiente e a horta, por isso da reorganização dela, eles precisam desse espaço para poder trabalhar. Outro macro campo é sobre a cultura alemã, serão cultivados e pesquisados legumes e verduras utilizados por nossos avôs e, irão cultivar esses legumes e verduras na horta", ressalta Cleusa. Esses projetos contam com o apoio da APP e o que for produzido ainda será utilizado na merenda escolar. O Presidente da APP, Ademir Baehr ainda complementa que "a ideia principal é trazer o que nossos pais e avôs cultivavam e de que forma faziam. Nós não vamos voltar no tempo, mas o objetivo maior é resgatar essa cultura, porque a região aqui antigamente tinha uma produção agrícola muito forte, a produção de leite também era bem forte e, outras subsistências agrícolas, para consumo próprio, como aves e porcos. Claro que, não vamos ter isso aqui na escola, mas uma parte da agricultura vamos ter em forma de horta".


A escola possui a quadra polivalente, em que a APP também já tem projetos para fechar a lateral dela, já que em dias de chuva caba molhando e os alunos não podem utilizar. A quadra também pode ser alugada e utilizada pela comunidade. "A comunidade vindo para dentro da escola, vai auxiliar a cuidar. A nossa comunidade é bem participativa, não conseguimos 100%, mas a maioria veste a camisa da escola, da mesma forma a equipe pedagógica, nós temos professores que trabalham em cinco escolas, não tem distinção de escola, eles trabalham igual, a gente tem uma equipe de trabalho muito boa e isso engrandece a escola. O físico a APP faz, o teórico nós como professores temos que fazer. E, somando os dois, família e escola, é isso que funciona, é isso que dá certo". Comenta Cleusa.


Cleusa já atua há 26 anos na escola e na comunidade: "um dos motivos por estarmos sempre juntos é por acreditar, porque não é para mim, nem para ele, é para a comunidade e isso nos motiva. Nós rimos, brigamos, choramos, mas estamos lá num objetivo comum que é melhorar a escola. E, é bom quando você vê ex-alunos passando por você, indo para a faculdade, aí você sabe que valeu a pena".


Para o presidente da APP, o mais importante é ajudar e dar o exemplo. "O mais importante é ajudar, tem pessoas que tem disponibilidade e tem pessoas que não tem e, eu tenho a minha disponibilidade, os que estão na APP com toda a certeza ajudam, assim como outros pais também e, é uma satisfação mostrar aos filhos que você faz alguma coisa, onde você está ele está junto, isso em qualquer situação, não só na escola. Se ele faz alguma atividade extra escolar, é importante que os pais estejam juntos apoiando. E, nós aqui da APP, podemos deixar um legado e nossos filhos podem dizer ‘o meu pai ajudou''. E a gente sabe que tudo vem através do exemplo, se nós fizermos a nossa parte os nossos filhos farão a deles."

 



Veja também:
Galeria de fotos: 2 fotos









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg