Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Um verão com calor acima da média

O verão está batendo na nossa porta, afinal, a estação mais quente do ano começou na sexta, dia 21 de dezembro. Porém, mesmo antes de começar o verão, a nossa região já vem registrando temperaturas altas, assustando a comunidade local

965099f4504ac6909da20b2e71ab5ca9.jpg Foto: Divulgação

O verão está batendo na nossa porta, afinal, a estação mais quente do ano começou na sexta, dia 21 de dezembro. Porém, mesmo antes de começar o verão, a nossa região já vem registrando temperaturas altas, assustando a comunidade local. Um exemplo bem claro disso, foi na última quarta-feira, dia 12 de dezembro, quando a Estação Meteorológica do Parque Ramiro Ruediger, em Blumenau, registrou 40,8º de temperatura, sem falar da sensação térmica, que chegou a 45º. Esses registros confirmaram que a data foi a mais quente de 2018.

Agora, tudo isso foi contabilizado antes do verão. E, você imagina como será daqui para a frente?

Pois é, o verão deve ter temperaturas acima da média histórica no Brasil, conforme a previsão do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC-INPE). 

 O aquecimento é consequência da formação do fenômeno El Niño, que também vai impactar os regimes de chuvas em boa parte do Brasil.

De acordo com o órgão, a média histórica de temperatura máxima em todo o Brasil é de 31.5°C no trimestre (dezembro, janeiro, fevereiro). Esse é o valor que deve ser superado no período.

Os meteorologistas explicam que o El Niño ocorre quando há o aquecimento das águas superficiais da porção equatorial do Oceano Pacífico. O vapor d’água mais quente altera os padrões de ventos, causando a variação na distribuição e intensidade das chuvas e na temperatura.

Também, em virtude da formação de nuvens através do vapor que sobe aos céus, os temporais de fim de tarde devem acontecer com mais frequência, principalmente em nosso estado e no Rio Grande do Sul, aumentando o volume de chuva.

De forma geral, a previsão climática aponta que a chuva de janeiro de 2019 será próximo da normalidade para o mês, na maioria das áreas do país. O maior impacto do El Niño no verão 2019 será durante o mês de fevereiro, que terá aumento do calor e redução da chuva. Em março a chuva retorna, mas ainda com influência do El Niño.

Ar condicionado

Considerado o heroi que ameniza, o uso do ar-condicionado aumenta a cada dia mais. Porém, é necessário realizar a manutenção do equipamento, para que não haja problemas com a saúde, principalmente, se tratando de problemas respiratórios.

Mas, para que isso possa ser evitado, uma boa limpeza dos filtros garante melhor desempenho do aparelho, além de evitar mal estar, como espirros e tosses.



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Divulgação
Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg