Jornal de Pomerode - Um-novo-nome-no-cenario-politico-65502 
Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Um novo nome no cenário político

Empresário Jorge Cenci se filia ao PSB e anuncia pré-candidatura como deputado federal.

36bf566ad033495c04453e0dbb10932d.jpg Foto: Raphael Carrasco/JP

As eleições para majoritária ocorrem somente no mês de outubro, mas, mesmo com o cenário ainda indefinido, alguns pré-candidatos já anunciam sua intenção de assumir aos cargos políticos.

Recentemente, um dos fundadores da Senior Sistemas, de Blumenau, o empresário Jorge Cenci, tem realizado visitação a algumas cidades do Vale do Itajaí por dois motivos. O primeiro é a celebração de 30 anos de sucesso da empresa blumenauense, que é uma das maiores do ramo de produção de programas de gestão empresarial, de pessoas, relacionamentos, segurança e logística. O segundo, porém, está vinculado a um desejo do empresário: a carreira política, aos 60 anos.

Atualmente, Cenci é presidente do Conselho Administrativo da Senior e lançou seu nome como pré-candidato a deputado federal pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB). O gaúcho chegou a Santa Catarina e, em 02 de maio de 1988, junto com os sócios, deu início à empresa. “Vim de uma família com limitações de recursos, numa condição de vida bem simples. Meu pai sempre me incentivou a estudar e, então, fiz meu primeiro curso em Mecânica, à distância, pelo Instituto Universal Brasileiro. Nos anos 80 fui aprender sobre microinformática e não saí mais desta área”, revela.

Cenci ressalta que o desejo de ingressar na política já existe há mais de duas décadas, quando decidiu que, aos 60 anos, seria candidato para levar seu conhecimento, experiência e, acima de tudo, o desejo de renovação ao setor público. “Sei que são mundo distintos, mas novas ideias e força de vontade também fazem a diferença. Já atuei junto ao ex-prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, durante dois anos e conheço como a máquina funciona”, comenta.

O empresário reitera que seu principal objetivo é buscar mudanças no setor público. “No meu ponto de vista, a principal dificuldade está relacionada à gestão de recursos. E estes recursos devem ser revertidos para o bem da comunidade. Além disso, é preciso induzir o Executivo a mudanças práticas para que o povo seja beneficiado”, completa.

 



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Raphael Carrasco/JP
Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 
    40eea598239df4ba8fefa63810b76c18.jpg