Jornal de Pomerode


Um Natal mais solidário

Campanha de apadrinhamento de alunos da Apae chega à sua terceira edição e objetiva tornar o Natal dos alunos mais alegre. Os presentes serão entregues aos alunos no dia 12 de dezembro, na festa de encerramento do ano da Apae.

6a1812d3462423861de9ecc9f6588110.jpg Foto: Raphael Carrasco/JP

Maquiagem, perfume, toalhas, blusas, brinquedos. Os desejos são simples e todos merecem ter um Natal cheio de alegria e união. E este é o objetivo da ação solidária promovida pela Apae de Pomerode, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Pomerode e do Jornal de Pomerode, e que pretende presentear os alunos da instituição, através da arrecadação de doações de presentes destinadas diretamente aos alunos.

Confira a lista completa aqui

A 3ª edição da campanha “Seja padrinho de um aluno da Apae” iniciou no dia 30 de outubro e segue até o dia 30 de novembro. A lista de alunos que podem ser agraciados por um presente tem 54 crianças e adultos que frequentam a Apae, e pode ser encontrada no site do Jornal de Pomerode ou, então, no site da Câmara de Vereadores. 

Quem se sentir à vontade para ajudar, deve seguir os seguintes passos: pode escolher o aluno que deseja presentear, ligar para a Apae para confirmar o apadrinhamento e, depois, entregar o presente na Apae, na Câmara de Vereadores ou no Jornal de Pomerode, com a identificação de quem será o afilhado. 

Os presentes serão entregues aos alunos no dia 12 de dezembro, na festa de encerramento do ano da Apae. E, caso deseje, o padrinho pode comparecer à festa e entregar o presente ao seu afilhado. Alguns dos alunos já têm seus padrinhos e alguns presentes também já estão esperando para chegarem a seus donos.

A diretora da Apae, Riacarla Wachholz Rauh, ressalta que o gesto pode parecer simples, mas tem um peso enorme na felicidade dos alunos. “Muitos pedem presentes muito singelos, então, não é algo difícil de ser realizado. Há três anos, optamos por pedir a doação em forma de presentes ao invés de dinheiro, porque cria uma proximidade maior entre aluno e padrinho, deixa a relação mais pessoal. A comunidade aceitou bem a ideia, porque as pessoas percebem que fazem a diferença no Natal dos alunos”, afirma. 

Já o presidente da Câmara, Rafael Pfuetzenreiter, em nome da instituição, espera que a comunidade se engaje nesta iniciativa e destacou que a Câmara se sente feliz de apoiar este tipo de projeto. “A Apae de Pomerode, assim como as demais, busca promover e articular ações de defesa de direitos, prevenção, orientação, prestação de serviços, apoio à família, direcionados à melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência e à construção de uma sociedade justa e solidária. E é nesse sentido que o Legislativo apoia a iniciativa deste Projeto e espera que a comunidade se engaje da mesma forma. Procuro, em meu mandato, ter uma participação efetiva junto às entidades, ouvindo suas demandas e atendendo no que for possível. O poder público tem que apoiar os que mais precisam. Essa união é essencial e rende excelentes resultados”, frisa o presidente da Câmara.

A diretora conta, ainda, que para muitos deles significa muito mais, já que pode ser o único presente que recebam no Natal. Caso algum aluno não possa comparecer à festa de encerramento, o presente ficará guardado para ser entregue em casa ou para que os pais venham buscar. Se houver algum aluno que não foi apadrinhado, a empresa Netzsch irá providenciar o presente.

“Que as pessoas possam se solidarizar com a campanha e tornar o Natal deles mais feliz, porque o gesto faz bem para quem doa e, também, para quem recebe”, finaliza Riacarla.

 



Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg