Jornal de Pomerode


Talento pomerodense em ascensão

Ver talentos, nascidos em nossa cidade, fazendo sucesso em grandes centros, é algo muito gratificante e honroso. E dentro de uma modalidade de tamanha visibilidade, como é o Voleibol, esse contexto se potencializa. É o caso da central Kaoane Loch, 19 anos.

a5e098053dddfc53a25606813a38b771.jpg Foto: Divulgação-Kaoane Loch está no Minas desde 2015

Ver talentos, nascidos em nossa cidade, fazendo sucesso em grandes centros, é algo muito gratificante e honroso. E dentro de uma modalidade de tamanha visibilidade, como é o Voleibol, esse contexto se potencializa. É o caso da central Kaoane Loch, 19 anos, que há dois integra a equipe sub 18 do Minas Tênis Clube.

A pomerodense iniciou seu caminho dentro do vôlei na ADPomerana, há muitos anos, e seu crescimento foi notório, o que lhe rendeu convocações para a Seleção Brasileira nas categorias de base. Para ela, essa escalada se deve a todos que a ajudaram a conquistar seus objetivos. “Eu devo a todos que passaram pela minha vida no vôlei, todos os técnicos, comissão de seleção, ao meu time de Pomerode e aos times que passei aqui no Minas. Essas pessoas acumularam experiência no meu currículo, onde cada uma foi importante”, ressalta.

A jogadora ressalta que estar numa das mais importantes equipes do Brasil é uma emoção enorme, pois alimenta, desde muito nova, o sonho em ser jogadora. No entanto, algumas dificuldades também aparecem pelo caminho. “A maior delas é ter que abrir mão de estar ao lado da família. Às vezes, temos algum problema e não há aquele abraço de mãe para confortar ou um conselho de pai pra motivar”.

Dentro do Minas, Kaoane vem conquistando o seu espaço, inclusive, na equipe principal. “Já ganhei algumas coisas aqui, como o primeiro lugar da Taça Paraná de 2016, na categoria juvenil. Considero este o mais importante título na categoria de base. E com o adulto, fomos campeãs da Final Four Copa Gatorade, no Peru. Nessa competição, formada por quatro equipes de nível altíssimo, foi uma oportunidade de conhecer melhor a forma de trabalho que se tem na categoria adulta, e como funciona a vida profissional. Além disso, jogar contra pessoas que você só vê pela televisão é de uma importância enorme para a soma de experiências”, ressalta a atleta.

Com relação ao futuro, a jogadora diz que pretende focar, ainda nas categorias de base, pois ainda está na categoria sub 21. No entanto, espera consolidar a sua carreira em times grandes pelo mundo e poder ser, um dia, exemplo para futuras atletas, como as jogadoras do time adulto do Minas são, atualmente, para ela.

Apesar de estar longe, Kaoane continua muito ligada às suas raízes. “Quando a saudade bate, eu sempre busco acompanhar o máximo que posso. Eu sinto uma alegria enorme pelo rumo que o vôlei de Pomerode vem tomando, sempre em desenvolvimento e trazendo esse esporte maravilhoso para vida de tantas meninas que sonham alto. Faço votos que todas elas saibam aproveitar a oportunidade de estar sempre com profissionais competentes”, finaliza.



Tags:
Veja também:
Galeria de fotos: 2 fotos









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg