Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Setembro violeta: mês do Alzheimer

No mês violeta, confira uma artigo da Doutora Nathany Raup, sobre Alzheimer

fa76bdc0e530482af50e4e924a7dde56.jpg Foto: Divulgação

Dia 21 de setembro é o Dia Mundial de Combate à Doença de Alzheimer. Por este motivo, setembro é considerado o mês Internacional do Alzheimer.
Tendo em vista o crescente número de idosos em nossa comunidade, nada mais justo do que abordar o tema na minha primeira publicação, em parceria com o jornal.

Sabe-se que o Alzheimer é a forma mais comum de demência na terceira idade, causada pela deterioração e atrofia lenta e progressiva do cérebro. O tratamento medicamentoso auxilia apenas a conservar o que restou da função cerebral e evitar sintomas secundários. Em casos avançados, os problemas de memória podem vir acompanhados de dificuldade de locomoção, comunicação e deglutição. 

Apesar de ser uma condição sem cura, quero salientar que pesquisas apontam que é possível, sim, prevenir sua instalação.

Vou elencar, aqui, os fatores que merecem destaque para prevenção da doença:

• Mantenha sua mente ativa e em equilíbrio. É provado que as pessoas com maior cognição têm um menor risco de desenvolver a doença. Leitura, atividades intelectuais, culturais e esportivas são cruciais para um resultado satisfatório.

 • Faça caminhadas regulares e atividades ao ar livre. Preze por sua autonomia nas atividades cotidianas, como organizar seus pertences, cuidar da casa, ir ao mercado e preparar refeições. 

• Frequente as atividades em grupo do seu bairro. Jogos de cartas, dominó e tabuleiro estimulam o raciocínio e o convívio social. Participe dos bailes da terceira idade que ocorrem na cidade. A dança é uma ótima opção, já que exercita vários grupos musculares, auxilia na preservação da agilidade e coordenação motora e previne a depressão. 

• Fatores emocionais têm influência no desenvolvimento da doença. Um dos temas abordados no último congresso brasileiro de Geriatria e Gerontologia foi a intervenção da depressão no desenvolvimento da doença de Alzheimer.

• Uma dieta saudável é fundamental na prevenção de várias comorbidades. Restringir carboidratos e adicionar à dieta alguns alimentos, como verduras, azeite, peixes e vinho (sem excessos), assim como a suplementação de ômega 3, podem manter o Alzheimer bem longe de você.

• Avaliações médicas regulares e a detecção precoce de outras patologias como hipertensão arterial, diabetes, depressão e manejo da obesidade, também são de suma relevância.

Consulte um médico especializado e cuide da sua saúde.

Prevenir é sempre a melhor opção!

 

Dra. Nathany Raup
Médica com Pós-Graduação em Geriatria e Gerontologia pela Universidade do Porto - Portugal
Pós Graduação em Longevidade Saudável pelo Instituto BWS - São Paulo 
Membro da Sociedade Brasileira de Estudos do Envelhecimento.
Facebook.com/dranathany



Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg