Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Sete lugares no Sul do Brasil que lembram a Europa

Muitos brasileiros alimentam o sonho de explorar todos os cantinhos da Europa. Com isso, acabam esquecendo que nosso país tem cidades tão lindas quanto as do Velho Continente.

c17a458a5d8029d054828d158b405d8c.jpg Foto: Divulgação

Muitos brasileiros alimentam o sonho de explorar todos os cantinhos da Europa. Com isso, acabam esquecendo que nosso país tem cidades tão lindas quanto as do Velho Continente.

Que tal conhecer lugares interessantes e divertidos sem ter que gastar tanto? Confira a nossa seleção de destinos no Sul do Brasil que lembram a Europa e aprenda um pouco mais sobre a nossa terra!

1. Prudentópolis (PR)
Localizada a apenas 200 km de Curitiba, Prudentópolis tem pouco menos de 50 mil habitantes e é um reduto da colonização ucraniana no Sul do Brasil. Diferente, não é mesmo?

A arquitetura logo denuncia que estamos em uma cidade pouco convencional. No entanto, os grandes atrativos são a culinária (prove a borcht, uma sopa de beterraba) e o artesanato (conheça as pysankas, ovos pintados à mão).

2. Castro (PR)
Esse pequeno município, com pouco mais de 25 mil habitantes, fica ainda mais perto de Curitiba (são apenas 150 km de distância!) e abriga uma pequena colônia de imigrantes holandeses.

Para preservar suas origens, a comunidade criou o Grupo Folclórico Holandês, fundou o Museu dos Imigrantes e encomendou um grandioso moinho de vento. Sem dúvidas, vale a pena conhecer tudo isso.

3. Pomerode (SC)
Várias cidades do Sul do Brasil foram fundadas por imigrantes da Alemanha. Porém, poucas conseguem preservar tão bem suas raízes quanto Pomerode, que fica na famosa região do Vale Europeu.

Um dos principais atrativos da cidade é a Rota do Enxaimel, que exibe a mais de 50 construções nesse estilo, espalhadas por cerca de 15 km de extensão. Também é possível ter vislumbres da cultura alemã em confeitarias e cervejarias.

4. Treze Tílias (SC)
Santa Catarina é o único estado do Brasil que tem uma colônia de austríacos! Em Treze Tílias, os visitantes podem ter um gostinho de como é a vida em Tirol, região histórica dividida entre Áustria e Itália.

A arquitetura inspirada nos alpes – com detalhes em madeira – é encantadora. Para conhecer os costumes austríacos, vale a pena visitar a cidade no mês de outubro, quando acontece a Tirolerfest.

5. Florianópolis (SC)
Florianópolis é conhecida em todo país por suas praias absolutamente incríveis. O que pouca gente sabe é que a cidade ainda conta com alguns distritos que preservam traços da colonização açoriana!

Dois exemplos disso são Santo Antônio de Lisboa (no Norte) e Ribeirão da Ilha (no Sul). Não deixe de incluir, pelo menos, um deles no seu roteiro de viagem à cidade, se quiser se encantar com a arquitetura, gastronomia e os costumes locais.

6. Bento Gonçalves (RS)
Outro povo que marcou fortemente sua presença no Sul do Brasil foi o italiano. Quem deseja ter uma noção de como é a região da Toscana sem sair do país, precisa conhecer a cidade de Bento Gonçalves, no Vale dos Vinhedos.
Por lá, o que mais chama a atenção dos visitantes são as belíssimas vinícolas. Entretanto, são as construções de pedra e os passeios de maria fumaça que fazem eles se sentirem no Norte da Itália.

7. Áurea (RS)
Você já considerou alguma vez a ideia de atravessar o Atlântico rumo à Polônia? Então, não pode deixar de conhecer esse pequeno município que fica a quase 400 km de Porto Alegre!
A cidade usa o turismo como principal estratégia para resguardar sua herança. Quem vai a Áurea pode visitar as casas de famílias de origem polonesa e conhecer os costumes trazidos por seus antepassados.

Este texto foi publicado, originalmente, no blog da Turismo Rodocide. 



Galeria de fotos: 4 fotos
Créditos: Divulgação Divulgação Divulgação Divulgação
Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg