Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Pomerode – 14 de fevereiro de 2018

A Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Pomerode foi aberta pelo presidente do Legislativo, Amarildo da Silva, que cumprimentou os presentes, em especial, os visitantes, imprensa e ouvintes via online. No início da sessão, o prefeito Ércio Kriek utilizou a Tribuna para levar a mensagem do Executivo à população de Pomerode. Após, a presidente da Asseup, Sthefany Caroline Luebke, utilizou a Tribuna Livre para falar sobre a Associação. Na sequência, os parlamentares proferiram seus discursos

dd6f45240543d2ffb878712025755323.jpg Foto: Reprodução

Não utilização da Tribuna

Em seu pronunciamento, o vereador Sirio Jandre explicou o motivo pelo qual não utilizou a Tribuna durante a Sessão Solene de Instalação Legislativa de 2018. “Algumas pessoas me questionaram, mas não usei a Tribuna pois o tempo era apenas de três minutos, onde eu iria reforçar o que os outros vereadores já haviam feito. Que me comprometi com a comunidade, que defenderei a constituição e o coletivo, assim como já fiz na primeira sessão da Legislatura. Por esse motivo não achei necessário fazer e, assim, acelerar os trabalhos. Gostaria sim, de ter feito algumas indicações, pois já venho trabalhando desde o início do ano atendendo aos pedidos da comunidade”, falou. 

 

Alargamento de via pública e manutenção de ponte

O vereador Sirio Jandre apresentou a Indicação nº 5/2018, que solicita ao Executivo o alargamento de via pública e manutenção de ponte. “Solicito a retirada de uma curva, através do alargamento da via pública, em frente à casa de n° 355, Estrada 12 de outubro. Solicito, ainda, a verificação da necessidade de manutenção na ponte da Estrada”, disse.

 

Limpeza de ribeirão em Testo Alto

Sirio Jandre apresentou a Indicação nº 6/2018, que solicita a limpeza de ribeirão. “Solicito a limpeza de ribeirão localizado na esquina das ruas Testo Alto e Christian Frahm, bairro Testo Alto”, justificou.

 

Manutenção de ponte na Rua Ribeirão Domingos

Sirio Jandre apresentou a Indicação nº 7/2018, que solicita a manutenção de uma ponte em Testo Alto. “Solicito a verificação da necessidade de manutenção de ponte na Rua Ribeirão Domingos”, falou.

 

Reparo de buraco deixado na Rua Osvaldo Lohse

O vereador Sirio Jandre apresentou a Indicação nº 8/2018, que solicita a manutenção de via pública. “Solicito o reparo de buraco deixado na Rua Osvaldo Lohse, em frente ao n° 300, no bairro de Testo Rega, após a instalação de tubulação”, falou.

 

Patrolamento das Ruas Progresso e Hermann Lickfeld

O vereador Sirio Jandre apresentou a Indicação nº 9/2018, que solicita a manutenção de via pública. “Solicito o patrolamento de toda a extensão das Ruas Progresso e Hermann Lickfeld”, frisou.

 

Prevenção de acidentes na rede elétrica

O vereador Sirio Jandre apresentou a Indicação nº 10/2018, que solicita ao Executivo a prevenção de acidentes na rede elétrica. “Solicito a retirada de bambuzal pendente sobre a rede elétrica na Rua Rega II, em frente ao nº 1142”, disse.

 

Esclarecimentos sobre Ponto Facultativo

Em seu discurso, o vereador Sirio Jandre prestou esclarecimentos sobre vídeo postado na internet em relação ao Ponto Facultativo nas repartições públicas. “Respeito a opinião da totalidade, mas não é verdade que todos os órgãos estavam fechados. Senti-me ofendido quando disseram que o Setor de Veterinária não funcionou, o que é uma mentira, pois o veterinário estava de plantão trabalhando, assim como o inseminador também. Até porque fomos bastante procurados. Fizemos 14 atendimentos na segunda e 11 na terça-feira. Isso é muito. Também o Samae, com a coleta de lixo, e uma parte do administrativo para colocar em dia os trabalhos. Assim como o Setor da Praça do Cidadão. E este Setor não estava aberto para distribuir somente o IPTU, mas sim, executando todas as suas funções. No total, 85 pessoas foram atendidas. A Prefeitura possui cerca de 800 servidores e destes, mais de 600 são professores. Eles também fizeram Ponto Facultativo, mas no ano anterior quando a maioria fez, a Prefeitura trabalhou e os professores foram para a sala de aula, sendo que muitos alunos faltaram. Foi feito uma tentativa. E tem mais... Quando o funcionário trabalha durante o Ponto Facultativo ele não ganha hora extra. Então, as pessoas que saíram de suas casas para atender a comunidade, nos seus serviços essenciais, merecem todo o respeito, pois não estão ganhando mais das que ficaram em casa. E também não é verdade quando dizem que o Ponto Facultativo não traz economia para o Município. Eu peguei alguns dados da Secretaria de Educação. As creches trabalharam no sistema plantão e enviaram para as famílias um aviso questionando quem faria o uso dos atendimentos. De 1.084 alunos, apenas 398 iriam fazer uso, sendo que destes, apenas 278 compareceram. Mais de 100 pessoas não foram. E os CEI’s se programaram com alimentos para estas que não compareceram. Foram trabalhar um número de pessoas que poderia ter sido bem menor. Desperdício de funcionários e de comida para estes dias. Quando comparamos uma empresa privada de uma pública é totalmente diferente. Uma empresa, quando necessita trabalhar, economiza, sim. E o funcionário público, muitas vezes, possui o cargo abaixo do que seria o ideal para a função que exerce. Ele também não tem direito a FGTS e a participação de lucros.  A Câmara de Vereadores, se quisesse estar trabalhando, poderia ter feito a Sessão na terça. Mas na quarta, a sessão aconteceu da mesma maneira, com toda a estrutura disponível. Não temos projetos ainda para votação, pois fizemos hoje a eleição das Comissões. Se eu pudesse reger, penso que desde o dia 15 de janeiro já poderíamos ter as comissões formadas e trabalhar, como acontece no privado. Mas não é assim. Acho que quando levamos informações ao povo temos que ser reais e dar crédito para quem trabalhou. E não aceito pessoas usarem o nome de funcionário público ridicularizando-os. A impressão que a comunidade tem já não é boa, mas existem muitas pessoas sérias que trabalham há anos e estão comprometidos com a comunidade”, concluiu.

 

Projeto Câmara Mirim

Em seu discurso o vereador Jean Nicoletto cumprimentou a todos e parabenizou a Mesa Diretora por ter retomado o Projeto da Câmara Mirim. “Parabenizo, pois através de um Decreto, retoma o Projeto da Câmara Mirim. Neste Decreto o presidente da Câmara determina 18% de aumento para a servidora que já fazia o serviço no passado. Dou os parabéns, mas ao mesmo tempo, me pergunto: tivemos somente que mudar de presidente para dar a gratificação? Não foi muito diferente que já vinha acontecendo. Mas, parabéns... Fico orgulhoso. Feliz em saber que a presidente da Asseup, Sthefany Caroline Luebke, já foi vereadora mirim. Um programa tão bom resulta em méritos positivos, assim como o exemplo desta moça. Quero parabenizá-la por ter assumido a presidência da Asseup, dizer a ela e a todos os associados que sou favorável ao projeto que defendem. Iniciei conversa com a vereadora suplente Cleide Kamchen e com a Promotora de Justiça, para reativarmos a Associação, sabendo da sua importância para o desenvolvimento da nossa cidade. Parabéns a todos”, frisou.

 

Prestígio aos Clubes de Caça e Tiro

O vereador Jean Nicoletto informou que esteve presente nas festividades do Clube de Caça e Tiro Alto Rio do Testo. “Parabenizo o presidente e demais associados por manterem a Sociedade na ativa, pois não é fácil. Também participei das festividades da Sociedade Recreativa Nacional. Parabenizo, da mesma forma, por manterem a nossa cultura. Parece ser fácil, mas não é. Muitos criticam, mas no dia a dia nada é feito para ajudá-los”, disse. 

 

Reclamações x Melhorias para a comunidade

O vereador Jean Nicoletto disse querer ressaltar algumas das palavras proferidas pelo prefeito Ércio Kriek, em seu discurso. “Quando ele diz que existem muitas pessoas criticando, fazendo filmagens, para machucar e denegrir... Porque não fazem algo para ajudar? Que vão conversar com o prefeito e parlamentares... Nesse sentido, destaco algumas melhorias da Secretaria de Obras. Eu visitei a ponte pênsil nas proximidades do Posto de Saúde do Wunderwald e pedi melhorias. A Secretaria de Obras informou que nas próximas semanas estará resolvendo. O ponto de ônibus em Testo Rega, defronte ao Mercado Bertoldo, havia sido derrubado por um acidente de trânsito e agora já está em uso. No dia 05 pedi a limpeza nas proximidades da Escola Almirante Barroso, pois os paralelepípedos estavam feios, assim como as calçadas, sendo que prontamente foi feito no dia seguinte. Parabenizo o secretário e equipe pela atitude”, falou.

 

Custeio dos Serviços de Iluminação Pública

Para finalizar, o vereador Jean Nicoletto falou sobre a harmonia da Casa Legislativa, que deve ser mantida em prol da comunidade. “Nesse sentido quero fazer um apelo ao presidente, pois a Contribuição para o Custeio dos Serviços de Iluminação Pública (Cosip) foi aqui explanada abordando somente o seu lado negativo. Digo a população que este valor está sendo retirado dos contribuintes há dois anos. Foi passando o tempo, agora, a tabela precisa ser cumprida. Peço ao presidente que faça uma audiência pública para explicar a situação à comunidade. O projeto precisa ser esclarecido, pois desde o seu início, já passou por muitas melhorias”, terminou. 

 

Gastos com a mídia com assuntos pessoais

Em seu discurso, o vereador Ademar Marquardt cumprimentou a todos e abordou sobre levantamento que fez em relação aos últimos anos da Câmara com gastos na mídia. “Fico chateado, pois a somatória dos anos 2015 e 2017 foram mais de R$ 1 milhão de reais. Não podemos culpar a mídia, por este valor. Se eles estão transmitindo as sessões, têm o direito de cobrar. Cabe a nós usar o nosso tempo de tribuna de uma forma mais construtiva. O que perdemos de tempo ano passado discutindo relações pessoais entre os vereadores, diversas vezes assuntos que não tinham volta. Quanto tempo perdemos discutindo a reforma do Posto de Saúde... Bobagem, pois já estava em andamento e não tinha mais volta. Quantas sessões nós perdemos nesta Casa discutindo em relação à Câmara Mirim. Uma situação que já poderia ter sido resolvida se a servidora já tivesse aceitado a proposta. E o povo pagando a mídia, pois cada palavra falada aqui gera um gasto para a comunidade. Cabe a nós usar a tribuna com mais objetividade. Quando um projeto está quase sendo votado, vem vereador e apresenta emenda. Isso é para ser discutido nas comissões. Moções de pessoas que mal a comunidade conhecia. Noticiários de falecimento... De festas... Acho que temos que utilizar a tribuna de uma forma mais profissional. Tivemos sessões que duraram mais de duas horas no ano passado. Tivemos a situação do terreno utilizado pela Tornearia Nicoletto em que recebemos a reposta da Promotora de Justiça dando o seu parecer como indeferido e arquivado. Quantas vezes discutimos sobre esse assunto, sem necessidade? Quanto o povo pagou de mídia nesta Casa para discutir um assunto destes? Vamos usar as palavras de uma forma coerente e discussões pessoais têm que ser discutidas fora do Plenário. Novamente cairemos nos mesmos erros dos últimos anos. No primeiro mês do meu mandato, convoquei uma reunião para que tomássemos consciência destes gastos. Mas, como uma andorinha não faz verão... Não tive retorno. Cada um tem a sua bandeira, mas temos que nos unir e economizar, pois tempo de mídia é dinheiro”, concluiu. 

 

Implantação de eco barreira

Em seu pronunciamento, o vereador Rafael Pfuetzenreiter divulgou a ação de uma ONG em Blumenau. “Há três semanas, construiu uma eco barreira no Ribeirão Garcia, bairro Progresso”. Na sequência, o parlamentar apresentou algumas fotos mostrando a obra. “Quero parabenizar o presidente da ONG, João Luiz Muniz, uma pessoa que tenho um carinho muito grande e se dedica em Blumenau. A eco barreira é composta por garrafas plásticas, galões emendados e colocados na encosta dos rios para a recolha e armazenamento de lixo. Já foi comprovada a sua eficiência, sendo que só nesta região já foram retirados centenas de quilos de lixo. Ao todo, já foram recolhidos cerca de 10 toneladas de lixos nos pontos em que foram instaladas. É uma ideia que gostaria que Pomerode pudesse abraçar... Para que possamos, também, aplicar e contribui com a limpeza do rio da nossa cidade. Tenho certeza de que o nosso povo é ordeiro e educado, vejo as nossas ruas e calçadas onde se encontram poucos vestígios de lixo. Mas, farei um ofício ao Executivo solicitando esta iniciativa”, falou.

 

Colégio Militar na cidade de Blumenau

Na sequência, o vereador Rafael Pfuetzenreiter abordou sobra a instalação de um Colégio Militar na cidade de Blumenau. “Foi inaugurado um Colégio Militar chamado de Feliciano Nunes Pires e tive a oportunidade de conhecer na Unidade Pedro II, em Blumenau. Este é o primeiro Colégio Militar do Vale do Itajaí, onde serão ingressos a cada ano 70 alunos do 6º ano do Ensino Fundamental. A cada ano é criada uma 6ª série nova, em que são selecionados cerca de 60 alunos. As disciplinas são iguais a todos os colégios do sistema de ensino brasileiro. E os professores também são contratados por processo seletivo, como acontece em qualquer prefeitura. A única diferença é que a gerência é feita Polícia Militar. Existem normas e disciplinas diferentes dos demais colégios que conhecemos. Um dos pontos que me agradou foi a utilização do uniforme e corte de cabelo iguais, que é algo específico da Polícia Militar, assim como o Hino da Bandeira toda semana, com continência e respeito. Para mim, são coisas básicas que todos os alunos devem ter desde o início de seus estudos. São normas aplicadas como no Japão, onde nós temos um povo muito disciplinado e ordeiro. O modelo e exemplo de Colégio Militar poderia ser aplicado não só em Pomerode, como em outras cidades do Estado, para que os pais possam ter esta oportunidade. A responsabilidade de cada aluno é muito grande. Eles têm que contribuir para o bom uso do material e da estrutura do Colégio como deveria ser em qualquer outra instituição. Sabemos que as realidades mudam de região para região”, frisou. 

 

Bolsa Atleta para Pomerode

Para finalizar, o vereador Rafael Pfuetzenreiter abordou sobre o Projeto Bolsa Atleta. “Sei que nós temos o Bolsa Atleta Estadual e Nacional, que contempla alguns atletas de grande competitividade em nosso Estado, mas eu gostaria de fazer, mais uma vez, uma indicação ao Executivo. Sei que o prefeito está analisando esta situação. Cito alguns Bolsas Atletas de cidades vizinhas que já usam deste sistema. A ideia é oferecer bolsas em valores de R$ 300,00 até R$ 1.000,00, dependendo da modalidade, para cada atleta ter condições de participar de competições e pagar inscrições, como outros itens, que são necessários para competirem. Temos em Timbó cerca de 84 atletas recebendo. Temos em Jaraguá cerca de 200 e, em Blumenau, cerca de 470 recebendo para poderem trabalhar e investir cada vez mais no esporte. Sem falar, nas bolsas que são oferecidas aos professores regerem e ensinarem estes alunos. Quero novamente fazer esta indicação ao prefeito, para analisar com cuidado, pois tenho certeza que trará muitos frutos”, terminou. 

 

Parceria entre Executivo e Legislativo

Na Tribuna, o vereador Marcos Dallmann cumprimentou a todos e parabenizou o pronunciamento do vereador Ademar Marquardt, quando criticou altos gastos da Câmara. “‘Chega de autopromoção com o dinheiro público’. Esta frase basta. Temos que cuidar do dinheiro como se fosse nosso. E é nosso, é do povo. Em relação às questões discutidas em Plenário concordo, mas muitos erros não deixaram que propostas fossem levadas adiante nas Comissões e deixaram de acontecer. Por isso, peço que as reuniões voltem a acontecer nas quintas-feiras, para que possamos analisar as proposições com calma. Que secretários possam vir a esta Casa e nos prestar explicações quando forem projetos do Executivo. Parabéns ao ex-secretário de Governo, Jair Klebber, que está presente hoje na Sessão acompanhando os trabalhos. O prefeito Ércio disse que sempre está à disposição, mas sei das dificuldades em se fazer sempre presente, assim como era com o prefeito anterior. Mas que alguém represente e traga as propostas, ideias e intenções do Executivo junto ao Legislativo. É importante porque, senão, geram estas discussões, gastamos dinheiro e as comissões não são levadas adiante. Mas nós vamos fazer funcionar”, ressaltou. 

 

Apoio ainda maior ao esporte pela Funpeel

O vereador Marcos Dallmann falou sobre a importância do diálogo e do esporte. “Assim como mencionado no discurso do prefeito, a importância do diálogo deve ser prioridade. Vejo mudanças como o retorno do vereador Zauri Martins do Nascimento, que hoje passa a não ocupar mais o cargo de presidente da Funpeel. Temos que priorizar a disciplina no esporte e rever questões como o apoio neste segmento, incentivar mais modalidades, como o basquete, que é um exemplo e precisa de apoio”, falou.

 

Esclarecimentos em relação a Cosip

O vereador Marcos Dallmann abordou sobre a Cosip. “Eu e os vereadores Aldino Oldenburg, Amarildo da Silva e Deoclides Correa fizemos um requerimento para fazer os seguintes questionamentos: O valor arrecadado com a contribuição de iluminação pública, no período entre janeiro e dezembro de 2017; a cópia do demonstrativo de arrecadação mensal dos valores arrecadados, no período entre janeiro e dezembro de 2017; a cópia do extrato de movimentação financeira mensal, no período de janeiro a dezembro de 2017; a cópia do controle de planilhas contendo informações sobre regiões atendidas no mesmo período, de janeiro a dezembro do último ano; cópia do plano de ação da atual gestão para a utilização da Cosip; cópia de todas as despesas pagas com os recursos Cosip, individualizados pelo mesmo período compreendido entre janeiro e dezembro do ano passado; assim como o valor existente atualmente na conta bancária específica para recebimento da Cosip. Desta forma, precisamos destas informações para avaliar o projeto que foi enviado no final do ano passado, o tempo foi muito curto, sendo que precisamos de mais informações para entendê-lo e avaliá-lo. Dizem que um dos grandes motivos para a sua apresentação é o aumento das luminárias. Realmente, teve um aumento expressivo, inclusive na Serra que liga à cidade de Jaraguá colocado em 2015, mas dentro do espaço das luminárias já existentes quantas casas, construções e comércios, que já abriram. A despesa aumentou, mas a receita de arrecadação também. Precisamos avaliar e estudar para ver se realmente procede a necessidade do aumento da Cosip”, explicou. 

 

Projeto Câmara Mirim e Ponto Facultativo

Em seu pronunciamento, o vereador Aldino Oldenburg cumprimentou a todos e esclareceu sobre o retorno do Projeto Câmara Mirim. “Foi dito aqui que foi dado 18% e questionado por que não foi dado este aumento no ano passado. Porque no ano passado seriam repassados 30%. Vamos falar a verdade. É questão de a Mesa Diretora conversar com os funcionários. Economizamos 12% com isso. Em relação ao Ponto Facultativ,o também sou contra. Se é para economizar temos que fechar as portas e terceirizar tudo. O vereador Sirio falou em relação ao desperdício de comida nas creches pelo não comparecimento dos alunos. Mas alguém questionou a distância entre as residências destes alunos e a creche? Às vezes fica mais fácil deixar com um vizinho... Precisamos questionar. Ou trabalham todos ou param todos. Porque senão muitos ficam sem saber e acabam sendo prejudicados, como também acontece no comércio”, falou. 

 

Cosip e Ponto Facultativo

Em seu discurso, o vereador Deoclides Correa cumprimentou a todos e ressaltou a importância da presença da comunidade. “Quero me direcionar ao prefeito, falar de Pomerode e da Cosip. Esta questão está sendo muito debatida nas redes sociais, entre nós vereadores e a Prefeitura. Quero confirmar a tentativa absurda do prefeito... Depois do encerramento das atividades do ano da Câmara, que pediu no dia 16 de dezembro ao então presidente da Casa para realizar uma sessão extraordinária, para propor e votar o aumento de 37% na taxa de iluminação pública. Nesse sentido, veio o projeto juntamente com o secretário de Governo para que aprovássemos este aumento, pois havia um furo de R$ 500 mil. Não concordo com aumento de taxa ou de imposto, ainda mais sem discussão. Que bom que o prefeito quer vir a esta Casa explicar quando os assuntos são importantes. Tomara que venha, pois nós precisamos entender certas coisas. Não dá só para encaminhar e achar que vamos aprovar sem fiscalizar e estudar sobre o assunto. Eu fiquei estarrecido quando o prefeito, aqui hoje, talvez não em tom de ameaça, disse: ‘cidadãos, ou vocês aceitam o aumento ou vamos ter que tirar de algum lugar e vocês terão que pagar igual’. Como pode falar isso? Eu faço uma proposta para o prefeito. Que reduza os cargos comissionados no valor de R$ 500 mil. Daí não precisa aumentar. Ano passado, em pontos facultativos, foram mais de R$ 500 mil. A Prefeitura custa mais de R$ 240 mil por dia em que ocorre o ponto facultativo. Ah, mas nem todos ficaram de folga... Não é esta a questão. O fato é que eu não tenho nada contra a nenhum servidor, são pessoas normais que trabalham, mas o que eu não concordo é pagar para alguém não oferecer o serviço. Se o ponto facultativo fosse por banco de horas ou não remunerado, eu não teria nada contra. O problema é que pagamos por um serviço e não o recebemos. Este é o ponto. E aí eu quero que o prefeito me explique se ele aceita pagar por um serviço e não receber. Quero dizer ao prefeito que precisa entender esta mudança. Em relação ao Ponto Facultativo, falaram do vídeo... Digo que foi postado por mim, mas não fui eu quem disse que estava tudo fechado nestes dias. Foi o informativo da Prefeitura. Então, foi um erro da Prefeitura em não colocar que estariam de plantão para outros serviços, assim como para a entrega de carnê do IPTU. Não podemos ser mais meros despachantes do Executivo ou de combinados. Temos que analisar cada projeto. E aqui eu fico feliz quando o vereador Ademar Marquardt diz que está na luta para a redução e hoje levantou esta bandeira. E que nos próximos continue lutando. Temos que começar”, frisou. 

 

Cobranças ao Plano de Governo

O vereador Deoclides Correa cobrou em relação ao Plano Diretor da Prefeitura. “Assim como fiz em 2017, na primeira sessão, fiz na semana passada, vou fazer novamente e espero não ter que fazer em 2019. No ano passado, o prefeito disse que iria trabalhar em relação às calçadas. Nesse sentido, quero enviar um ofício a ele solicitando informações. As ciclovias da mesma forma, nós precisamos iniciar. Não é que eu esteja cobrando, tentando ser oposição, mas a comunidade solicita. Aqui os vereadores todos sabem. Nós que lutamos pelo Ércio e pedimos votos, quantas pessoas vêm nos cobrar hoje. O que saiu em 2017? O que sairá neste ano? Precisamos ver com o prefeito. Hoje fiquei muito feliz quando o mesmo disse que, para 2018, serão 14 ruas asfaltadas. O que não dá para entender é que são quase 15 meses praticamente sem nada. Uma cidade rica. Em Timbó, vemos 15 ruas asfaltadas no último ano, 25 neste ano; em Jaraguá vemos R$ 10 milhões em 2017 e R$ 12 milhões em 2018... Pomerode praticamente nada. Precisamos mudar e atender a comunidade. Sobre os pontos de ônibus que continuam aguardando melhorias... E o saneamento básico e o esgoto. Nós somos uma cidade rica com menos de 10% do esgoto tratado. Temos que ter um plano de médio a longo prazo. Temos um dos sistemas mais baratos se formos analisar com cidades planas, podemos fazer por gravidade... E não fazemos nada...”, falou.

 

Melhorias para a comunidade

Na sequência, Aldino Oldenburg agradeceu ao Executivo pelas melhorias na ponte da Rua Gustav Krahn, bairro Testo Alto. “Essa melhoria foi uma indicação minha, em julho de 2017. Também foi reformada a ponte na Rua Erwin Erdmann, no Alto da Serra. Parabéns ao Executivo. Mas quando tem algo errado precisamos cobrar. Estamos aqui para atender os anseios da comunidade. Também parabenizo o vereador Sirio pelo pedido em relação à Rua Ribeirão Domingos. Eu, da mesma forma, já havia pedido ao diretor de Obras a agilidade desta ponte. Na Rua Otto Hornburg, também já foi uma iniciativa minha, em que já foi roçada. Parabenizo o Executivo, pois agora só falta fazer o patrolamento”, falou. 

 

Segurança Pública

Na sequência, o vereador Marcos Dallmann se lembrou do discurso do prefeito sobre o aumento das câmeras de vigilância. “São muito importantes para a nossa cidade. Temos muitas saídas para outros municípios e fica complicado monitorá-las. Sabemos que Polícia Militar faz um excelente trabalho, mas tem dificuldade, e assim como a Getran tem muito a contribuir. Porém, a falta de funcionários deixa a desejar, a exemplo da falta de colocação de placas na Rua Vitória e, no trevo do Wunderwald, a câmera precisa de conserto”, disse.

 

Indicação para o Setor de Obras

Para finalizar, o vereador Deoclides Correa fez uma indicação ao Setor de Obras, em relação a uma ponte do Vale do Selke. “Foi mostrado vídeo com cidadão tentando consertá-la... Precisa ser atendida em prol da comunidade”, concluiu. 

 

Líder de Governo

Deoclides Correa também fez um pedido ao prefeito que indique o Líder de Governo. “Quando não temos ninguém do Executivo para nos explicar sobre projetos, temos, então, o Líder de Governo para sanar as dúvidas. Resolveremos muito esta questão de pedir informações. Precisamos de união”, falou.

 

O povo deseja mudança

Para finalizar, o vereador Marcos Dallmann lembrou que toda forma de diálogo é importante. “Temos que ouvir a comunidade. Nesse sentido, quero proferir uma mensagem do saudoso Luiz Henrique da Silveira que disse o seguinte: ‘O povo quer mudança. Ou mudamos, ou seremos mudados’”, finalizou.

 

Academia ao Ar Livre da Praça Herbert Hermann Hornburg

O vereador Aldino Oldenburg também agradeceu ao Executivo sobre a colocação da proteção da Academia ao Ar Livre da Praça Herbert Hermann Hornburg, na Rua Vitória, esquina com a Carlos Belz. “Lembro que foi um pedido meu, em fevereiro de 2017. E quem ganha é a comunidade. Nesse sentido, peço que seja construída uma cerca ao redor da academia para que tenham mais proteção. Lá existem várias crianças, inclusive jogando futebol. Como fica numa esquina, ainda oferece bastante perigo. Mas já ajuda e é isso que precisamos. Fazer um trabalho em prol da comunidade”, disse. 

 

Posto de Saúde e Policlínica Alwin Klotz

O vereador Aldino Oldenburg agradeceu, em seu nome e da comunidade, ao prefeito pela reinauguração do Posto de Saúde e Policlínica Alwin Klotz. “Aliás, o Posto de Saúde ainda está pagando aluguel, fato este acontecido em janeiro deste ano. Em meu nome e do vereador Marcos Dallmann, queremos agradecer em especial ao prefeito Ércio, por ter citado somente os nossos nomes em seu discurso. Fato este que nós consideramos bastante positivo, pois quem não tem seu nome lembrado acaba caindo no esquecimento. Esperamos que mais obras aconteçam com a mesma fluidez, pois o povo só tem a ganhar. Mas, também quero agradecer o secretário e Saúde e toda a sua equipe que não mediram esforços para que essa reinauguração acontecesse no prazo. Todos se empenharam carregando faixas, esfregando até o chão... São pessoas que merecem o nosso reconhecimento”, disse. 

 

Rede de Energia Elétrica da cidade

Para finalizar, o vereador Aldino Oldenburg fez alguns esclarecimentos sobre a rede elétrica da cidade e apontou algumas fotos que mostraram árvores interferindo nos fios da rede de energia do município. “Pomerode tem sofrido com a falta de energia elétrica e este é um dos maiores problemas que temos. Qual a vantagem que temos com árvores grandes, como os eucaliptos, interferindo na rede elétrica. Continuarei com este assunto na próxima sessão, mas já peço para que a comunidade reflita sobre este assunto”, terminou. 

 

ORDEM DO DIA

 

Conforme o Regimento Interno da Câmara, a Matéria da Ordem do Dia restringiu-se a constituição/composição das Comissões Legislativas Permanentes para o ano de 2018, conforme segue:

Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final - Presidente: Jean Carlos Nicoletto, Relator: Sírio Jandre, Membro: Deoclides Correa.

Comissão de Finanças e Orçamento - Presidente: Sírio Jandre, Relator: Ademar Marquardt, Membro: Marcos Dallmann.

Comissão de Obras e Serviços Públicos - Presidente: Ademar Marquardt, Relator: Rafael Pfuetzenreiter, Membro: Marcos Dallmann

Comissão de Educação, Saúde, Assistência e Esporte - Presidente – Rafael Pfuetzenreiter, Relator: Zauri Martins do Nascimento, Membro: Aldino Oldenburg.

 

Próxima Sessão

A próxima Sessão da Câmara Municipal de Vereadores será realizada na terça-feira, dia 20 de fevereiro de 2018, às 18 horas. 

 

Acesse

Acesse as informações e notícias da Câmara Municipal de Vereadores, na íntegra, através do site http://www.cmpomerode.sc.gov.br.



Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 
    40eea598239df4ba8fefa63810b76c18.jpg