Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Seminário discute novas rotas de turismo

O evento superou a expectativa do público, com uma grande troca de experiências

46e8e531444e90fe4133cd9309bc986a.JPG Foto: Divulgação

Mais de 150 pessoas participaram, na tarde de quinta-feira, 28 de junho, do Seminário de Desenvolvimento do Turismo Rural e de Base Comunitária de Pomerode. O encontro ocorreu no auditório da Câmara de Vereadores da cidade, que ficou lotado devido à grande procura de interessados.

O seminário, promovido pelo Sebrae/SC em parceria com a Avip e Prefeitura, iniciou com a apresentação de dois cases de sucesso do Rio Grande do Sul. O primeiro foi sobre o programa Gramado Colônia, que incentiva produtores rurais a formalizar seus empreendimentos e auxilia na divulgação e comercialização dos produtos. Já o segundo mostrou como moradores de Bento Gonçalves se organizaram para criar a associação Caminhos de Pedra.

“O seminário possibilitou uma rica troca de experiências locais e de outros importantes destinos turísticos, mostrando que o turismo rural, quando realizado com planejamento, possibilita que seja desenvolvido de forma sustentável, auxiliando e valorizando a cultura local e gerando uma renda extra ao produtor local”, comentou Aloisio Vicente Salomon, analista do Sebrae/SC.

Para Darli Bahr Bernardino, presidente da Fundação Cultural e uma das fundadoras da Rota do Imigrante, a apresentação de cases contribui para estimular os moradores a participarem das rotas. “Esses exemplos mostram o caminho a se seguir e que é possível aplicar para nossa realidade também”, avaliou.

Dois novos roteiros em andamento 

O objetivo principal do seminário era contribuir com o projeto de criação de dois novos roteiros turísticos na cidade – a Rota do Imigrante e Pomerode Fundos, que ainda não tem nome comercial –, que já estão em andamento, além de fortalecer a Rota Enxaimel. “São mais opções para que os turistas vivam novas experiências em nossa cidade. Queremos inovar na oferta turística e neste contexto as rotas são muito importantes”, disse Gicele Lanser Correa, presidente da Avip.

Ainda durante o evento, foram apresentados outros cases, um deles de uma empresa de chocolate, reconhecida nacionalmente, e que tem sua sede em Pomerode. “Essa troca de experiências faz com que a pessoa tenha mais certeza para apoiar os projetos. Acredito que os participantes sairão daqui mais motivados”, considerou a vice-prefeita de Pomerode, Gladys Sievert.

Além do seminário, integrantes que participam da criação das rotas fizeram, em maio, uma visita técnica à Serra Gaúcha com o objetivo de conhecer in loco os modelos de turismo rural implantados naquela região.

O acompanhamento técnico por parte do Sebrae/SC segue até o final do ano.



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Divulgação
Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg