Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Santa Catarina é destaque nacional

No quesito inovação, SC não tem ficado para trás. Um dos projetos é fomentar novas ideias e a abertura de empresas, através de projetos como o Sinapse da Inovação, hoje, referência nacional.

e80757997c4a95bafa238309e481c182.jpg Foto: Jornal de Pomerode

Além de ser destaque por possuir belezas naturais e um povo acolhedor, o estado de Santa Catarina, recentemente apontado pelo programa Fantástico, do dia 22 de abril, como o Estado com a cidade mais segura do Brasil, ganhou mais destaque nacional na última semana. A Folha de S. Paulo, de domingo, dia 28, ressaltou o espírito empreendedor e a diversidade econômica que impulsionam os catarinenses. 

“O Estado está bem. A nossa indústria se desenvolve, geramos mais emprego do que qualquer outro estado brasileiro em 2017 e estamos em segundo lugar, este ano, só atrás de São Paulo. Temos a tecnologia e inovação avançando. Há bons exemplos nas mais diversas áreas”, destaca o governador Eduardo Pinho Moreira, ressaltando que o principal grande desafio da gestão pública é a burocracia e o enxugamento da máquina. “É hora de enfrentar esta realidade e garantir que esse crescimento econômico aumente e garanta mais desenvolvimento e qualidade de vida à população”, afirma.

Neste ano, Santa Catarina, com medidas severas, cortes e otimizações de recursos, conquistou avanços em setores priorizados pelo Executivo estadual. Na saúde, por exemplo, a revisão de contratos, em poucos meses, garantiu uma economia mais de R$ 9 milhões aos cofres públicos. O abastecimento de insumos e medicamentos passou de 36% para cerca de 81%. Em alguns medicamentos, o governo catarinense passou a economizar 50% do valor da compra. “Economia que é revertida em serviços, melhorando o atendimento à população”, explica Pinho Moreira.

A reportagem da Folha de S. Paulo, ainda reconheceu o Estado como o menos desigual do país, que tem lidado bem com a crise e a geração de empregos. O avanço no setor tecnológico, o turismo e os resultados do combate à violência também foram citados na matéria. 

Além de tudo isso, SC possui a menor taxa de mortalidade infantil (11,8%), e a maior expectativa de vida (79,1 anos). 

O Estado foi destaque nacional, também, na semana passada, ao conquistar o primeiro lugar no Selo Resgata. As 32 empresas classificadas se destacaram pelo investimento em ressocialização de detentos, política de Estado que vem sendo realizada desde 2011, pela Secretaria de Justiça e Cidadania. Enquanto em 2011, pouco mais de mil presos exerciam atividade laboral, em 2018, já são mais 6.200.

No quesito inovação, SC não tem ficado para trás. Um dos projetos é fomentar novas ideias e a abertura de empresas, através de projetos como o Sinapse da Inovação, hoje, referência nacional. Outro projeto de destaque é o Pacto pela Inovação, idealizado por Santa Catarina e que congrega mais de 35 entidades, trabalhando de forma planejada e integrada para fomentar a inovação. O Estado é, hoje, uma referência nacional no assunto.

Em 2017, mais da metade dos estados brasileiros ultrapassaram o “limite de alerta” com a folha de pagamento. Santa Catarina está entre eles. Para o governador Pinho Moreira, o desafio atual é enfrentar o tamanho da máquina pública e a burocracia da gestão. “As dificuldades têm que ser enfrentadas com coragem, porque o poder público não tem mais o direito de atrapalhar o desenvolvimento. A união de esforços é fundamental”, afirma.



Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg