Jornal de Pomerode


Samae comemora 51 anos promovendo plantio de mudas de árvores

Na terça-feira, 08 de agosto, o Samae de Pomerode completou 51 anos de fundação. E, para comemorar a data de uma maneira diferente e, ao mesmo tempo, promover a preservação do meio ambiente, a autarquia promove uma ação de plantio de mudas de árvores nativas.

64b9b0956b92ac5727ffc4ec24c00b71.jpg Foto: Bob Gonçalves/JP

Na terça-feira, 08 de agosto, o Samae de Pomerode completou 51 anos de fundação. E, para comemorar a data de uma maneira diferente e, ao mesmo tempo, promover a preservação do meio ambiente, a autarquia promoveu, na manhã de sábado, dia 05, das 09h às 11h30min, uma ação de plantio de mudas de árvores nativas para a recuperação da mata ciliar, no bairro Testo Rega, em frente à Escola Básica Municipal Almirante Barroso.

A atividade foi aberta ao público e contou com a participação de funcionários do Samae, do presidente da autarquia, Ricardo Campestrini e de integrantes mirins do Grupo Escoteiro Pomerano. Todos colocaram a mão na massa e plantaram cerca de 200 mudas às margens do Rio do Testo. Além do plantio, mudas também foram distribuídas para os participantes. 

Segundo Campestrini, a ação condiz com um dos principais pilares da autarquia, que é o desenvolvimento de projetos e ações visando a conscientização ambiental no município, buscando atuar em escolas municipais, empresas e comunidade em geral. 

“Como trabalhamos diretamente com a água, sabemos dos impactos causados pela falta da mata ciliar, então, procuramos realizar esta ação para transmitir uma mensagem de sustentabilidade, algo que precisamos estimular na comunidade, nas entidades e nas crianças. Por isso, também destaco a importância da presença dos escoteiros, que têm essa preocupação com o meio ambiente. Foi uma atividade muito importante neste sentido”, ressalta Campestrini. 

Os projetos e ações desenvolvidos têm como objetivo específico a disseminação de conhecimentos sobre as áreas do saneamento básico, abastecimento de água, coleta seletiva, reciclagem, meio ambiente e desenvolvimento sustentável.

A mata ciliar é a vegetação que fica às margens de rios córregos, olhos d’água, represas e nascentes, e é considerada Área de Preservação Permanente (APP), segundo o Código de Defesa Florestal. Este tipo de vegetação tem um papel importante na preservação da qualidade da água e da vida nela existente, reduzindo a erosão das margens, evitando o assoreamento e mantendo a qualidade da água, beneficiando o ser humano e o meio ambiente de maneira geral. 



Veja também:
Galeria de fotos: 2 fotos









Mais vistos

Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg