Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Resultados também no setor de hospedagem

Rede hoteleira de Pomerode afirma que a Festa Pomerana é positiva para a categoria, mas destaca apenas os finais de semana.

3a66d974d5db59fbde3802ac1c06ce75.jpg Foto: Arquivo JP

De acordo com dados da Federação Estadual dos Hotéis de Santa Catarina, a rede hoteleira do estado teve uma taxa de ocupação de, em média, 82% nesta temporada de verão, sendo as cidades litorâneas as mais procuradas para passar os dias de férias. Porém, Pomerode também foi um destino turístico de destaque no estado, no mês de janeiro.

Devido à realização da Festa Pomerana, milhares de turistas passaram pela cidade durante os 12 dias de festa, muitos deles visando ficar mais dias e aproveitar o máximo possível da festa mais alemã do Brasil. 

Graças a esta movimentação, o setor hoteleiro da cidade, no geral, afirmou que a categoria sai com saldo positivo da festa, graças, principalmente, aos finais de semana. Nossa equipe entrou em contato com alguns estabelecimentos de hospedagem de Pomerode, para saber como foi o período. 

A maioria deles, afirmou ter uma média de ocupação de quase 100%, alguns alcançando a lotação máxima por alguns dias. Durante a semana, no entanto, essa média caiu, aspecto comum para quase todos os hotéis e pousadas. A Pousada Pomerode, por exemplo, calculou a média de ocupação durante a festa. “Nos finais de semana estávamos cheios, com 100% de ocupação, mas durante os dias de semana, o movimento diminuía e tivemos uma média de 60% dos quartos ocupados”, afirma a proprietária do local, Rosita Hoffmann. 

Outros locais, como a Pousada Wachholz, por exemplo, já notaram uma diminuição no movimento, se comparado a anos anteriores. De acordo com a gerente Simone Wachholz Drews, os dias de maior movimento foram, também, os fins de semana. 

Optar por diferenciais é uma saída que pode ajudar a atrair os turistas. A Pousada Lena Rosa, no Centro, todos os anos decora o local especialmente para a Festa Pomerana. E a estratégia deu certo, porque a média de ocupação foi excelente. “Tivemos uma média de ocupação entre 100% e 95% durante a Festa Pomerana e acreditamos que a rede hoteleira, como um todo, sai com um saldo positivo”, ressalta Rolf Porath, um dos proprietários da Pousada.

Uma constante entre os hotéis e pousadas é o fato de as estadias serem, na maior parte dos casos, curtas, com apenas um ou dois dias de duração e, também, o movimento começar a aumentar nas quintas-feiras e a diminuir aos domingos. 

 



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Arquivo JP
Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg