Jornal de Pomerode


Repasse para cirurgias eletivas é confirmado pelo Governo do Estado

Recentemente foi anunciado que, devido à falta de recursos, o Governo do Estado cancelou o repasse destinado aos municípios para o custeio de cirurgias de média complexidade. Secretário de Saúde de SC, durante encontro em Florianópolis, afirmou que recursos para este trimestre estão garantidos

d119e5385a1d62352458a64f9f5b9751.jpg Foto: Tatiane Hansen/JP

Recentemente foi anunciado que, devido à falta de recursos, o Governo do Estado cancelou o repasse destinado aos municípios para o custeio de cirurgias de média complexidade. 

No entanto, na tarde de quinta-feira, 22 de junho, um novo comunicado trouxe tranquilidade aos municípios de Santa Catarina. O Secretário de Saúde do Estado, Vicente Augusto Caropreso, confirmou o repasse para a realização das cirurgias eletivas no próximo trimestre. “Confesso que fiquei contente com a transparência do Secretário ao afirmar que o cancelamento do repasse foi anunciado devido à falta de confirmação de recursos. Ele disse, ainda, que não havia como comunicar algo que poderia não ocorrer e, com isso, colocar em risco instituições que teriam que arcar com um custo ao qual não estavam preparadas.

Sinceramente, achei uma atitude muito honesta”, afirma o Secretário de Saúde de Pomerode, Rafael Ramthum.

Sendo assim, o Governo do Estado confirmou o repasse de mais de R$ 8 milhões para a realização de cirurgias eletivas no próximo trimestre, sendo estes, julho, agosto e setembro. “O Secretário afirmou, ainda, que com a verba serão sanadas pendências com instituições de saúde e, posteriormente, a realização de novas cirurgias no estado”, comenta Ramthum.

Em Pomerode são realizadas, aproximadamente, mais de 40 cirurgias trimestrais de média complexidade, distribuídas entre as especialidades de urologia, cirurgia geral, ginecologia, ortopedia e oftalmologia. Segundo Rafael Ramthun, as consultas são realizadas normalmente e os pacientes encaminhados à fila de espera, como sempre foi realizado. “As cirurgias serão realizadas conforme demanda. A garantia do repasse é de suma importância para os municípios e, principalmente, à população”, completa.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg