Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 26Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Red Bull perde pontos e é eliminado do Campeonato de Bairros

No início da noite de quarta-feira, 15 de maio, a Comissão Disciplinar de Justiça Desportiva da Funpeel se reuniu, para julgar o processo nº 05/2019, que tratava da inclusão de um atleta irregular, por parte do Red Bull, na partida diante do Nacional.

4f2982b4374cd9abf9f4f54853bc557d.jpg Foto: Ademir Guedes / FME Indaial

No início da noite de quarta-feira, 15 de maio, a Comissão Disciplinar de Justiça Desportiva da Funpeel se reuniu, para julgar o processo nº 05/2019, que tratava da inclusão de um atleta irregular, por parte do Testo Central / Red Bull, na partida diante do Alto da Serra / Testo Rega / Nacional, disputada no sábado, dia 11 de maio. Segundo a Funpeel, a equipe teria escalado um jogador que não poderia atuar, em virtude de não ter cumprido os seis meses de domicílio eleitoral, determinado pelo regulamento da competição, no Artigo 2.5.1.

Após a exposição da denúncia e apresentação da defesa, o time foi indiciado no artigo 214, § 2º do CBJD, cuja decisão, por maioria de votos dos auditores, aplicou a pena de perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição. Com isso, a equipe estaria eliminada do 14º Campeonato Integração de Bairros de Futebol 7 Society, pela sua necessidade de uma vitória, para passar à próxima fase.

Segundo o gerente de Esportes Comunitários da Funpeel, Rildo Bezerra, um atleta com menos de seis meses de domicílio eleitoral, pode ser inscrito na competição, sendo vedada a sua participação efetiva em uma partida, até que esse prazo seja cumprido. “Por isso, permitimos a inscrição de jogadores, cuja data de domicílio eleitoral ‘vencesse’ no decorrer da competição. Cabe às equipes decidir se desejam colocar esses atletas para jogar ou não, sabendo que podem ser punidas por isso”, diz.

Ainda segundo o dirigente, esta foi a situação do Testo Central / Red Bull, que possuía um jogador dentro desta característica. “Quando conferimos essa situação, notificamos a equipe e procedemos com os trâmites, de levar o caso à Comissão Disciplinar de Justiça Desportiva, que decidiu punir o time. É uma situação que, obviamente, não nos agrada, uma vez que a competição vinha transcorrendo de maneira muito tranquila até aqui, mas nós temos que cumprir o regulamento”, enfatiza.

No entanto, a polêmica foi criada em virtude de uma situação parecida, ocorrida com a equipe do Centro / Jerusalém. Na sexta-feira, dia 10 de maio, a equipe foi julgada pelo mesmo motivo, no entanto, acabou sendo absolvida, fato que desagradou a equipe do Testo Central / Red Bull. Segundo o coordenador Luan Rodrigues, houve “dois pesos e duas medidas” para o mesmo caso. “Isso nos deixou muito tristes, afinal, numa mesma situação, foram dadas punições totalmente diferentes. E se a mesma lei é para todos, ela deveria ser aplicada da mesma maneira. Outro ponto foi a escolha dos auditores para o nosso julgamento, porque no processo do Jerusalém, um deles votou pela punição e, justamente esse, também esteve no nosso. Ou seja, já sabíamos que um voto contra, nós teríamos”, declara.

Com relação a esse assunto, o presidente da Funpeel, Arlindo Ewald esclarece que a decisão da Comissão Disciplinar é soberana e que um mesmo artigo pode ser interpretado, pelos auditores, de maneira diferente. “No primeiro julgamento, o time do Centro / Jerusalém compareceu com advogado. E ele, na explanação de defesa, conseguiu convencer os auditores de que não houve má fé, o que fez com que absolvessem a equipe, indo, inclusive, contra o posicionamento do relator”, ressalta.

A decisão, no entanto, não é definitiva, uma vez que a equipe pode recorrer e solicitar a revisão do processo. No entanto, Conforme Rodrigues, a equipe não pensa em levar o caso adiante. “Até o momento, não pretendemos entrar com recurso, pois, além do valor monetário, fomos informados que as pessoas envolvidas neste julgamento do recurso podem ser as mesmas que puniram a nossa equipe. Então, entendemos que o caso já esteja resolvido e não valeria a pena criar uma expectativa a mais, sabendo que o resultado, no final, pode ser o mesmo”, comenta.. Segundo a Funpeel, o recurso pode ser apresentado até esta sexta-feira, dia 17 de maio, às 17h. Caso isso aconteça, poderão ocorrer mudanças na rodada das quartas-de-final.

O dirigente ressalta que, apesar de todo o aborrecimento, o processo foi feito de forma transparente. “Também quero declarar que isso não vai fazer o nosso time acabar, muito pelo contrário. Saímos ainda mais fortalecidos deste episódio e pretendemos continuar levando o nome de Pomerode ainda mais longe. A vida continua”, finaliza o dirigente.

 

O QUE MUDA PARA A PRÓXIMA FASE?

Com a eliminação do Testo Central / Red Bull da competição, quem assume este posto é o Testo Central / Buregas, que, então termina a Chave H na segunda colocação, com seis pontos conquistados. E já na Classificação Geral, o Testo Rega / América assume o quinto posto, deixando a sexta colocação para o Testo Central / Buregas.

Com isso, os confrontos das quartas-de-final, a princípio, estão mantidos para o próximo sábado, dia 18 de maio, nos campos do Grêmio (Wunderwald) e Nacional (Alto da Serra), inclusive, caso as condições climáticas permitam. Se alguma das partidas terminar empatada, haverá prorrogação de 10 minutos e, persistindo a igualdade, a decisão será nos pênaltis.



Tags:
Veja também: