Jornal de Pomerode
Versão impressa


int(63866)

Reconhecidas pelo patrimônio estadual

Imóveis pomerodenses são tombados como patrimônios culturais estaduais pela Fundação Catarinense de Cultura. A lista com 57 imóveis tombados pelo Governo do Estado foi divulgada na semana passada.

9021d8bbc3ee7f9cb0d74102e86289c0.jpg Foto: Divulgação

Na última semana, a Fundação Catarinense de Cultura divulgou uma lista com 57 imóveis que foram tombados pelo Governo do Estado, como patrimônios culturais de Santa Catarina. Entre estas construções, estão cinco casas pomerodenses, que integram a vasta lista de mais de 200 construções em estilo enxaimel da cidade. 

Com base em um estudo realizado em 2016, por Theofanes Klotz, na época, Gerente de Patrimônio Histórico de Pomerode, e também no conteúdo divulgado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), resgatamos um pouco da história e de como elas se encontram atualmente, algumas já com mais de 100 anos de construção. 

Casa Jandre

A casa fica na Rua Testo Alto, na altura do número 2.098, no bairro Testo Alto. Ela foi construída em 1895 e é tombada como patrimônio histórico e cultural do Estado. O primeiro proprietário do imóvel foi Hermann Jandre e, hoje, ela pertence a Armando Strutz. 

Atualmente, é utilizada como área de festas da família. É uma construção original, mas foi remontada em 1931 no outro lado da rua, mantendo a mesma estrutura. Somente o assoalho da varanda e o telhado foram reformados, em meados dos anos 90.

Casa Wacholz

A Casa Wacholz é localizada no coração do bairro de Testo Alto, onde também estão a maioria das casas que compõe o acervo enxaimel de Pomerode. Não há muitos dados sobre sua história e sobre quem a administra atualmente, mas ela é localizada na rua Testo Alto, número 6.148 e é uma excelente opção para quem quer admirar o estilo enxaimel em sua essência.

Casa Scheiwe

É a única da lista que está localizada fora do bairro Testo Alto, na rua Vale do Selke Grande, número 5.708, bairro Vale do Selke. Ela foi construída em 1910 e pertencia a Erwin Sheiwe, primeiramente. 

Hoje, ela é propriedade da família Sprung e é usada como chácara/sítio da família. O local foi totalmente restaurado em 2010, ganhando nova pintura e reboco, mas mantendo a característica madeira aparente.

Salão Belz 

A construção é tradicionalíssima e parte da história do bairro Testo Alto, onde é localizada. Seu endereço é a rua Testo Alto, número 3.279 e ela está lá desde cerca de 1912. A construção pertenceu, primeiro, à família Hoppers, mas hoje é propriedade da família Belz. Ao longo dos anos, foram realizadas diversas ampliações, para fins comerciais e para o salão. Até hoje, o interior do salão possui palco suspenso, fato raro na região.

Hoje, funciona no imóvel um pequeno bar e o comércio é uma forma de manter a construção aberta ao público.

Casa Siewert - Casa das Estufas

A construção possui duas estufas ao lado da casa, por isso, o nome Casa das Estufas. O imóvel se localiza na rua Ribeirão Gustmann, número 747, no bairro Testo Alto. O local foi construído em 1891, ou seja, já tem mais de 120 anos de existência. 

O primeiro proprietário do local foi Arnold Siewert e a casa foi passada de geração em geração, sendo que hoje, Ralf Siewert é o dono da propriedade. 

As duas estufas ao lado da casa, na época em que foi construída, eram utilizadas para secar fumo. Hoje, uma delas foi rebocada e a outra restaurada e serve de Pousada. 

(Fotos: Divulgações)



 



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Divulgação
Veja também:









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg