Jornal de Pomerode


Santa Catarina terá mapeamento de áreas de risco geológico e hidrológico

O objetivo é realizar o mapeamento das áreas de risco, classificando-as em risco baixo, médio, alto e muito alto por todo Estado, envolvendo universidades catarinenses em projetos de ensino, pesquisa e extensão

ebe30b01a025265420289e1aa8cc1517.jpeg Foto: Raphael Carrasco/JP

Na manhã desta quarta-feira, dia 08 de novembro, o governador do estado de Santa Catarina, Raimundo Colombo, assinou um convênio de 20 milhões para o mapeamento de todas as áreas de riscos geológicos e hidrológicos do Estado. O trabalho terá duração de 18 meses a partir da data da publicação no diário oficial do Estado. Em conjunto com o Serviço Geológico do Brasil, CPRM, o convênio será vinculado ao Ministério de Minas e Energia.

Também será assinado um protocolo de intenções com algumas universidades de Santa Catarina. Univesidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Regional de Blumenau (Furb) e a Associação Catarinense das Fundações Educacionais (Acafe) farão parte do projeto. A meta é a criação e implementação da Escola Estadual de Proteção e Defesa Civil.

Outra ideia é a realização de projetos de ensino, pesquisa e extensão voltados à redução de riscos e desastres que afetam o Estado.



Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg