Jornal de Pomerode

Edição Impressa



int(63949)

Prouni divulga resultados com listas de aprovados

O Programa oferece bolsas de estudo integrais e parciais em instituições de ensino superior privadas. Para participar, é necessário cumprir alguns critérios, como pontuação mínima de 450 pontos no Enem 2017 e não ter zerado a redação

5656fe390dc497afd0b9e696400d04ae.jpg Foto: Reprodução

O Programa Universidade para Todos (Prouni) divulgou a lista com os candidatos pré-aprovados nesta quarta-feira, 14 de fevereiro. O resultado pode ser acessado através do site do Prouni ou por meio do aplicativo do programa no celular.

Quem está na lista de pré-aprovadas devem comprovar os dados pessoais que foram cadastrados na inscrição entre os dias 15 e 23 de fevereiro, na universidade onde estudarão. Somente dessa forma eles irão garantir a sua vaga. Ao todo, o Prouni oferece 242.987 bolsas de estudo em 2.976 instituições de ensino particulares. São 113.863 bolsas integrais e 129.124 parciais.

Uma segunda lista de aprovados será divulgada no dia 02 de março. Se mesmo assim o candidato não for aprovado, ele poderá manifestar interesse em ingressar em uma lista de espera entre os dias 16 e 19 de março, no site do Prouni.

Aqueles que não foram pré-selecionados nas chamadas regulares ou foram pré-selecionados só na segunda opção de curso, mas não houve formação de turma, poderão concorrer à primeira opção de curso.

Poderão concorrer à segunda opção de curso aqueles que não foram pré-selecionados nas chamadas regulares e não houve formação de turma na primeira opção ou os que foram pré-selecionados na primeira opção de curso, mas reprovados porque não houve formação de turma.

O Prouni vai disponibilizar os Boletins de Desempenho de cada participante às instituições de ensino que integram o programa. Elas irão analisar quantas vagas não foram ocupadas para convocar novos candidatos. As universidades vão divulgar os resultados da lista de espera no dia 20 de março.

 

Critérios para participação no Prouni

O primeiro critério analisado para o ingresso no programa é o Exame Nacional do Ensino Médio de 2017 (Enem 2017). Na prova, é necessário ter feito pelo menos 450 pontos e não ter zerado a redação.  Ainda, só poderão entrar no programa os estudantes que se encaixarem em pelo menos uma das seguintes situações:

- ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;

- ter cursado o ensino médio completo em escola particular, mas como bolsista integral;

- ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede particular, mas como bolsista integral;

- ter alguma deficiência;

- ser professor da rede pública de ensino;



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Reprodução
Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg