Jornal de Pomerode


Projeto voltado ao “empoderamento” das servidoras públicas

Pomerode, cidade catarinense reconhecida por ter um dos maiores índices de qualidade da educação e com as menores taxas de exclusão social do Brasil, será o primeiro município a receber o projeto social, em nível governamental, “Annitas - Pensem Fora da Caixa” – nome que faz referência à heroína Anita Garibaldi.

377cea4ea9dbbc424f6be20a638f3e34.jpg Foto: Divulgação

Pomerode, cidade catarinense reconhecida por ter um dos maiores índices de qualidade da educação e com as menores taxas de exclusão social do Brasil, será o primeiro município a receber o projeto social, em nível governamental, “Annitas - Pensem Fora da Caixa” – nome que faz referência à heroína Anita Garibaldi. É uma realização do Instituto Educação Sem fronteiras (IesfBrasil), em parceria com a prefeitura de Pomerode, por meio da Secretaria de Educação e Formação Empreendedora. O lançamento acontecerá no dia 19 de abril, às 18h45min, no Teatro Municipal e reunirá, além de cerca de 400 educadoras municipais, autoridades, empresários e imprensa de várias partes do país. O evento já contará com uma amostra das técnicas inovadoras que serão aplicadas para a geração de reflexos práticos e positivos ao desenvolvimento humano. 

O programa será realizado ao longo de cinco meses, envolvendo as educadoras do ensino fundamental. Serão treinamentos presenciais de alto impacto e capacitação empreendedora por meio das tecnologias de interação à distância.   

“O empoderamento feminino, como sendo a capacidade de um indivíduo de provocar em si mesmo as mudanças necessárias para evoluir e se fortalecer, é trabalhado de forma bastante prática durante todo o projeto, por meio de métodos para a vivência de emoções e fatores que limitam o desenvolvimento pessoal e que interferem diretamente no dia a dia, em casa, no trabalho, nos negócios, na autoestima, entre outros aspectos. Dessa forma, ativamos os potenciais e despertamos os recursos internos de cada participante para as soluções. Além disso, as educadoras também serão agentes multiplicadoras de valiosas estratégias sobre o tema, para propagarem às futuras gerações”, comenta a psicóloga Sandra Gaya, responsável pelo treinamento e uma das idealizadoras do projeto.
Santa Catarina tem um dos maiores índices de pessoas com transtornos emocionais - Segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS), 11,5 milhões de brasileiros sofrem de depressão, o maior índice da América Latina e um dos maiores das Américas. Conforme dados do IBGE, os estados que mais concentram adultos com depressão ficam no sul do país. Santa Catarina está entre os maiores índices, com 12,9%, ao lado do Rio Grande do Sul (13,2%) e do Paraná (11,7%).

Além disso, a psicóloga informa que, segundo pesquisa, 90% das doenças têm forte influência emocional e alerta para os altos índices de afastamento do trabalho por servidores públicos municipais e estaduais em Santa Catarina, por conta de transtornos mentais e comportamentais. 

“Como ferramenta de recursos humanos, a saúde está diretamente relacionada com os altos índices de afastamento do trabalho, especialmente em instituições de ensino”, comenta a especialista.

“Annitas – Pensem Fora da Caixa”, que deverá chegar em breve a outros municípios brasileiros, agrega as técnicas como análise comportamental cognitiva, neurociência, física quântica e psicologia positiva. “O método de alto impacto foi desenvolvido ao longo de cinco anos de estudo e pesquisas em diferentes áreas do conhecimento para chegar ao processo prático, capaz de trazer mudanças reais à vida das pessoas. Muitas vezes, não alcançamos os nossos objetivos por conta do desequilíbrio e porque não percebemos o nosso próprio estado emocional. Ao criar consciência das nossas emoções e um propósito, começamos a ser ativos e não reativos aos acontecimentos ao nosso redor”, complementa a psicóloga. 

Sobre o Annitas – Pensem Fora da Caixa - O projeto social “Annitas - Pensem Fora da Caixa” é um método de “empoderamento das servidoras públicas” destinado aos setores público municipal, estadual e federal com transformação de alto impacto, inicialmente, direcionado às mulheres. Nasceu do propósito de vida da psicóloga e empreendedora comportamental Sandra Gaya e do empresário do setor de nanotecnologia, Anderson Santana, durante um evento promovido pela ONU Mulheres em Brasília (DF) sobre igualdade de gênero e empoderamento feminino. O método inovador de treinamento é prático e amplia as possibilidades de atuação profissional e realização dos objetivos, por meio da ativação dos recursos internos de cada participante. O nome faz referência à heroína Anita Garibaldi, escolhida por ser uma referência feminina de determinação e de luta por seus ideais. O projeto também está alicerçado na Lei Federal nº 13.272 de 15 de abril de 2016, que institui o ano de 2016 como o ano do empoderamento da mulher na política e no esporte e, nos princípios do empoderamento das mulheres definidos pela Organização das Nações Unidas  (ONU Mulheres).

 



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • b24e1f3813003e2cb3b72b7c37281d09.jpg