Jornal de Pomerode
Versão impressa


int(63444)

Primeiros cuidados com o seu bebê

Os recém-nascidos precisam de cuidados especiais em seus primeiros meses devida e algumas dicas são importantes para tirar as dúvidas quanto a estes cuidados simples e que garantem a saúde e o bem estar do bebê em seus primeiros meses de vida.

8cb8f66548da66307736df386b062992.jpg Foto: Divulgação

A experiência de ser pais pela primeira vez, além de ser mágica para quem vive, traz, também, diversas dúvidas sobre os cuidados necessários com o bebê, se as coisas estão sendo feitas da maneira correta, ou o que fazer em determinadas situações, principalmente quando o assunto é higiene ou alimentação. Com cuidados simples, é possível garantir a saúde e o bem estar do bebê em seus primeiros meses de vida.

Alimentação

Para o momento da amamentação, por exemplo, existe uma posição ideal para o bem estar da criança. A mãe deve colocar o corpo do bebê bem de frente para o seu. Depois, deve fazer com que a boca da criança fique bem de frente para o mamilo, pois o bebê deve pegar o bico e, também, a aréola do seio. “Se o bebê mamar corretamente, não vai machucar o seio da mãe e vai retirar melhor o leite, matando sua fome mais rapidamente, além de fazer intervalos maiores entre as mamadas”, explica o pediatra Fabrício Inacio Brandão.

Ele ressalta, também, que a amamentação nos seis primeiros meses de vida é de extrema importância para o desenvolvimento saudável do bebê. Nenhum outro alimento, como água, suco, chás ou sopinhas, deve ser dado à criança neste período. Passados os seis primeiros meses, é necessário acrescentar outros alimentos, porém, sem deixar de amamentar. O leite materno é recomendado como alimento até os dois anos de idade. 

Higiene 

A pele do bebê é delicada no início de sua vida e, por isso, exige ser tratada, também, com delicadeza e com muito cuidado. A começar pelos banhos, que devem ser diários e em local aquecido. Recomenda-se que sejam feitos em banheiras ou bacias, e não devem ser usadas esponjas ou buchas. 

“Os produtos utilizados devem ter o pH similar ao da pele, no geral, produtos de uso infantil. A temperatura ideal é entre 35 e 36º C, lembrando que sempre deve se colocar a água em temperatura ambiente e completar com água quente aos poucos para se evitar acidentes. Deve ser utilizado sabonete infantil suave. Logo após ensaboar, deve ser realizado o enxague e a duração total do banho deve ficar entre cinco e 10 minutos. Além de secar com suavidade, sem esfregar, com uma toalha macia e limpa”, afirma o Dr. Brandão.

Ele explica, ainda, que as trocas de fraldas ocorrem de seis a oito vezes por dia e a limpeza da área pode ser feita com água, sabonete de banho e algodão e, eventualmente, com lenços umedecidos. “Após a limpeza, o local deve ser secado suavemente, sem esfregar. A aplicação dos cremes de barreira, geralmente à base de óxido de zinco, determina a formação de uma película protetora” complementa.

Já a limpeza do coto umbilical, segundo Brandão, deve se proceder com água e sabão infantil, mantendo este sempre seco. O uso de álcool, a 70%, ajuda na prevenção de infecção. A colocação de uma gaze limpa para cobrir o coto e a troca frequente de fraldas depois da micção ou evacuação são medidas essenciais e benéficas na redução das infecções do coto umbilical. “Com estas medidas simples, teremos um bebê feliz e saudável”, garante o pediatra.



Veja também:
Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Divulgação









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg