Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Prazo para declaração do IR termina no dia 30

O contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo, fica sujeito a multa de, no mínimo, R$ 165,74.

bddcf3586db650cb67406a41ea3449a0.jpg Foto: Divulgação

Contribuintes de todo o Brasil têm até o dia 30 de abril para ficar em dia com o leão, já que, nesta data, se encerra o prazo para a declaração do Imposto de Renda (IR). Até o momento, a Secretaria da Receita Federal recebeu mais de 15 milhões de declarações. De acordo com o Fisco, são esperadas 28,8 milhões de declarações e ainda faltam mais de 12 milhões para serem entregues.

Para preencher a declaração, é preciso baixar o programa gerador no site da Receita Federal.  Se preferir, o contribuinte pode prestar contas por meio de aplicativos em tablets e smartphones.

O contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo fica sujeito ao pagamento de multa de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo correspondente a 20% do imposto devido.

Quem deve declarar 

Deve declarar o IR, neste ano, quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2017. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado.

Também deve declarar

Contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado;

Quem obteve, em qualquer mês de 2017, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

Quem teve, em 2017, receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50, em atividade rural;

Quem tinha, até 31 de dezembro de 2017, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;

Quem passou à condição de residente no Brasil, em qualquer mês do ano passado, e nessa condição encontrava-se em 31 de dezembro de 2017.

Quem optar pelo declaração simplificada, abre mão de todas as deduções admitidas na legislação tributária, como aquelas por gastos com educação e saúde, mas tem direito a uma dedução de 20% do valor dos rendimentos tributáveis, limitada a R$ 16.754,34, mesmo valor do ano passado.



Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg