Jornal de Pomerode


Por amor à arte

A técnica de pintura do Bauernmalerei é um estilo de artesanato rústico alemão, que surgiu por volta do século XVII, cujo nome significa, em tradução literal, “pintura campestre”. Hoje, a técnica é bastante difundida em todo o mundo, graças à sua aura campestre e romântica.

bb5acca65571150431e2989a847e66c0.jpg Foto: Isadora Brehmer/JP

A técnica de pintura do Bauernmalerei é um estilo de artesanato rústico alemão, que surgiu por volta do século XVII, cujo nome significa, em tradução literal, “pintura campestre”. Hoje, a técnica é bastante difundida em todo o mundo, graças à sua aura campestre e romântica. 

Em Pomerode, não podia ser diferente, uma vez que a cidade possui origens germânicas. Uma das artesãs que se dedica quase que exclusivamente ao Bauernmalerei é Iraci Spies, integrante da Associação dos Artesãos e Artistas de Pomerode, que expõe e comercializa seus produtos no Portal Sul do município. 

Ela conta que trabalha com artesanato e pintura há cerca de 35 anos, sendo que desde 2003 já faz parte da Associação, que já contabiliza 26 anos de história. Porém, Iraci só começou a ter contato com a técnica do Bauernmalerei há cerca de cinco anos. 

“Eu fiquei sabendo de um curso que seria oferecido pela Prefeitura e decidi tentar aprender esta nova técnica. No começo foi um pouco mais difícil, mas com o tempo fui aperfeiçoando a minha técnica, inclusive, estou ainda aprendendo mais e mais sobre o Bauernmalerei. Ao longo destes anos, pratiquei bastante e melhorei muito”, explica a artesã. 

Iraci ressalta que a técnica de pintura é totalmente desafiadora e exige que o artista tenha firmeza nas pinceladas, mas sempre deixando os traços delicados e suaves.

“Os elementos básicos que fazem parte de um desenho em Bauernmalerei são as vírgulas e os ‘s’. Estes precisam ser feitos em uma pincelada só. Não se pode passar o pincel mais uma vez por cima, pois o traço ficará com o dobro do tamanho, fora do padrão da pintura. Por isso, o pintor não pode errar”, pondera. Além disso, de acordo com Iraci, é fundamental criar uma harmonia entre o formato da peça, a cor de fundo e os desenhos que serão retratados. 

Mas, a artesã também afirma que qualquer pessoa que goste de pintar e tenha vontade aprender irá conseguir fazer arte ao estilo Bauernmalerei. “Quem faz o artesanato, com certeza, faz uma terapia diária. Eu amo pintar e fico o dia inteiro trabalhando nisso, mas nunca me canso do que faço”, coloca Iraci. E complementa, defendendo que existam mais pessoas que façam pintura no estilo Bauern. 

“É uma técnica de pintura que faz parte da cultura alemã, que é a cultura da nossa cidade. É uma técnica prazerosa e que tem um resultado final muito bom. Outras pessoas deveriam tentar. Eu recomendo completamente”, convida a artista. 

Hoje, a artesã consegue o sustento de sua casa a partir das vendas de seu produto, ou seja, ela vive fazendo o que ama, que, segundo Iraci, é o mais importante. Ela faz, principalmente, pratos, relógios, placas, bancos e casinhas para pássaros. Iraci também ministra um curso a respeito da técnica, tendo alunas, inclusive, de fora do estado.



Tags:
Veja também:
Galeria de fotos: 2 fotos









Mais vistos

Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg