Jornal de Pomerode - Pomerode-tera-escritorio-tecnico-do-iphan-65664 
Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Pomerode terá Escritório Técnico do Iphan

Estrutura ficará abrigada na Casa do Salto, que era propriedade do Samae e foi cedida por meio de um convênio.

ecc42911322a54e54177f1015180b7d5.jpg Foto: Raphael Carrasco/JP

A popular Casa do Salto, localizada na Rua Frederico Weege, no Centro, terá uma nova função ainda em 2018. Isso porque o imóvel foi cedido ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Natural (Iphan), por meio de um convênio com a Prefeitura e o Samae. A aprovação do Projeto de Lei nº2818/2018 ocorreu no dia 08 de maio, na Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores.

A construção abrigará o Escritório Técnico do Iphan na Região da Imigração, voltado ao Vale do Itajaí, algo que já era um desejo do Instituto há anos. Segundo a superintendente do Iphan em Santa Catarina, Liliane Janine Nizzola, a entidade de proteção ao patrimônio histórico sempre buscou algum imóvel em Pomerode para que se pudesse ter um escritório técnico.

“Como tínhamos esse interesse de instalar um escritório aqui e soubemos desta construção, que é pouco utilizada, entramos em contato com a Prefeitura para fazer solicitação para a utilização do imóvel, que apoiou a ideia e criou o Projeto de Lei do convênio”, explica Liliane.

Ainda de acordo com a superintendente, o Iphan precisou, antes de tudo, solicitar a alteração de um decreto nacional para que fosse possível a obtenção do imóvel à criação do escritório técnico regional. “A opção foi por Pomerode por estar em um ponto mais central da região, cujas cidades abrigam diversos patrimônios tombados por nossa instituição”, destacou. 

A estruturação do Escritório do Iphan no local fortalecerá a atuação da instituição na região, auxiliando na aproximação com a comunidade, orientações e fiscalização de bens tombados, garantindo o avanço na preservação e a salvaguarda do patrimônio cultural.

A expectativa, segundo a superintendência, é abrir oficialmente o Escritório entre agosto e setembro deste ano. “Antes que a estrutura do escritório técnico possa se instalar no local, são necessárias obras para adequação. Já estamos em busca de uma empresa para a execução da obra, para que possamos começar as atividades o mais rápido possível”, disse Liliane.

O presidente do Samae, Ricardo Campestrini, informou que o contrato de convênio com o Iphan tem a validade de 10 anos e que o acordo é benéfico para ambas as instituições. “Como a casa, por vezes era alvo de vandalismo, ficamos sempre preocupados com a manutenção da bomba que há no local. Para nós, também é bom, pois garante a preservação no local”, disse.

De acordo com a Prefeitura, o Iphan os contatou no início do ano porque estavam à procura de uma nova estrutura para abrigar o Escritório Técnico, que hoje, é localizado em Jaraguá do Sul. “Fizemos uma pesquisa de imóveis que tínhamos disponíveis e estes foram apresentados ao Iphan, que optou pela Casa da Salto, que oferecerá uma estrura melhor para a equipe do Iphan”, relata a prefeita em exercício, Gladys Sievert.

Ainda segundo a prefeita em exercício, a vinda do Escritório Técnico Regional para Pomerode é positiva pois, antes, o Iphan atendia apenas um dia em Pomerode, e agora, estará diariamente na cidade. “O investimento para sua restauração e manutenção irá partir do Iphan e, ainda, será mais fácil aprovar projetos de preservação pelo fato de eles estarem aqui, o que é bem importante para a cidade”, ressalta.

 



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Raphael Carrasco/JP
Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg