Domingo, 21 de Julho de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 23Cº / Min 15°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Polyphonia Khoros apresenta “Concertos Hispânicos” em Pomerode

Apresentação será no Teatro Municipal e terá a entrada gratuita. romovido através da Lei Rouanet, o concerto tem regência e coordenação da maestrina Mércia Mafra Ferreira e do maestro sueco Per Ekedahl

545539ea6d2e1717f57b04533d32c714.jpg Foto: Divulgação

O grupo Polyphonia Khoros, de Florianópolis, fará um show no Teatro Municipal de Pomerode neste sábado, dia 16 de fevereiro. Os cantores subirão ao palco com o projeto “Concertos Hispânicos”, que foca em obras de temática espanhola do período renascentista ao contemporâneo. A única apresentação, com entrada livre e gratuita a todo público, terá início às 20h30min.

A interação da expressão, tanto vocal quanto instrumental, torna o espetáculo extremamente singular. Em cerca de 80 minutos de performances, a plateia terá acesso a um verdadeiro diálogo vocal/instrumental, acompanhando música para coro a capella, peças para violão solo e peças para coro e violão.

Conectada pela origem da letra, nacionalidade do compositor ou mesmo devido à língua de interpretação, a temática espanhola transita como fio condutor de toda a programação. Do barroco ao classicismo, chegando até à música do século 20, o repertório inclui obras de Fernando Sor, compositor espanhol bem conhecido dos violonistas; Mario Castelnuovo-Tedesco e poemas do poeta espanhol Federico García Lorca, entre outros.

Promovido através da Lei Rouanet, o concerto tem regência e coordenação da maestrina Mércia Mafra Ferreira e do maestro sueco Per Ekedahl. As obras instrumentais solo serão tocadas pelo violonista argentino Marcos Pablo Dalmacio. 

Sobre o Polyphonia Khoros 

É primordialmente um coro de Câmara, cujo repertório a cappella inclui peças eruditas barrocas, clássicas, românticas e modernas. O grupo também apresenta obras completas para coro e orquestra, coro e órgão de tubos, coro e piano, além de participar da montagem de óperas.

Faz parte ainda de seu repertório, a música popular brasileira e folclórica ambientadas para coro, com especial atenção aos compositores e ao folclore catarinense. Por meio do Instituto Polyphonia, entidade sem fins econômicos, desde 2000 o coro promove a prática e a apreciação da música vocal, formando cantores e plateias amplas. 

Lei Rouanet 

Fazendo referência ao seu criador, o diplomata Sérgio Paulo Rouanet, a Lei 8.313/91, é um dos principais mecanismos de fomento à Cultura do Brasil. Para cumprir este objetivo, estabelece as normativas de como o Governo Federal deve disponibilizar recursos para a realização de projetos artístico-culturais.

O projeto pode ser um filme, uma peça, um livro, CD ou DVD, ou até a turnê de um artista.



Veja também: