Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Para conscientizar e prevenir

Laboratório Sandrini realiza campanha para conscientizar sobre a importância da prevenção do Câncer de Próstata. O mês é marcado por levar a prevenção da doença, já que é o segundo câncer que mais faz vítimas no Brasil

7dfd712b80e8e5c71cf17d175529d499.jpg Foto: Jornal de Pomerode

O mês de novembro é, tradicionalmente, lembrado pelas ações voltadas à campanha Novembro Azul, que visa conscientizar a respeito do Câncer de Próstata. Este ocorre quando algumas das células na próstata começam a se reproduzir muito mais rapidamente do que o normal, resultando em um tumor.

A doença atinge os homens, principalmente após os 50 anos, e é o 2º tipo de câncer que mais faz vítimas no Brasil, atrás apenas do Câncer de Pele, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). 

O câncer de próstata tem uma evolução silenciosa e, no estágio inicial, não apresenta qualquer sintoma. Quando eles começam a aparecer, já é um sinal de que a doença já está em fase avançada, invadindo, possivelmente, os órgãos vizinhos (bexiga, ureteres ou reto e, eventualmente, os linfonodos da pelve e do abdômen).

O Laboratório Sandrini, de Pomerode, realiza todos os anos uma campanha de divulgação da doença e, também, de incentivo à realização dos exames que detectam a existência do câncer, para estimular a prevenção, já que as chances de cura são de 90%, caso a doença seja descoberta em fase inicial. 

“São três exames possíveis: o de toque retal; o de sangue, que detecta alterações na dosagem de PSA, uma enzima que auxilia na verificação da existência ou não de câncer de próstata; e o de urina. Para todos os homens que têm 40 anos, ou mais, é importante fazer os três exames anualmente”, explica Rodrigo Tavares Rodrigues, farmacêutico e bioquímico do Laboratório Sandrini. 

Ele alerta, também, que histórico familiar é um dos fatores de risco para o surgimento da doença, por isso, para quem já teve ou tem algum parente com câncer de próstata, é importante fazer os exames antes de chegar aos 40 anos. Além do histórico familiar, características como ter mais de 50 anos, falta de exercícios, sobrepeso, má alimentação e tabagismo também podem contribuir para o desenvolvimento de Câncer de Próstata. 


(Foto: Divulgação)

Por isso, prevenção é a palavra-chave. E o Laboratório Sandrini contribui para as ações de prevenção em Pomerode, anualmente. “Fazemos trabalhos de divulgação sobre a doença também nas empresas. O homem, que vai pouco ao médico, precisa saber que ter o diagnóstico precoce é a melhor maneira de se combater o câncer, por isso, incentivamos a realização anual dos exames, além das idas ao médico, pois só ele pode dar o retorno mais acertado sobre a saúde do paciente”, afirma Rodrigues. 

Ele alerta, ainda, para a necessidade de perder o medo quando se trata de falar sobre a sua saúde, ser aberto para falar o que acontece com o seu corpo. “A prevenção é a melhor forma de combate à doença, por isso a defendemos, afirmando que precisamos deixar de lado o tabu e fazer os exames, para, assim, garantir a nossa qualidade de vida e saúde”, reforça. 

Os três exames para o diagnóstico da doença estão disponíveis nas duas unidades do Laboratório, no Centro e no Hospital e Maternidade Rio do Testo.

Os sintomas mais comuns são:
Dificuldade para urinar;
Aumento da frequência urinária;
Diminuição do jato urinário;
Sangue na urina;
Sensação de queimação;
Disfunção erétil;
Dores corporais e ósseas, principalmente na região pélvica e lombar;
Em casos graves, insuficiência renal e infecção generalizada


(Foto: Divulgação)



Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 
    eb224b55631b8f403d168a912e1f6fb6.jpg4b580c53dad677f2141dea5ad908465d.jpg