Jornal de Pomerode


O encanto das casquinhas

A pintura entrou na vida de Mara Rúbia Maas no ano de 1998. E hoje, a pomerodense aplica diversas e diferentes técnicas para estampar seus trabalhos.E, em época de Páscoa, é claro que as casquinhas de ovos são o principal produto a ser repaginado. “Faço pinturas e colagens e utilizo pinturas figurativas, além da técnica de Bauernmalerei. Geralmente sou eu quem crio todos os modelos”, revela.

e408ac3d04918a0a11b3c9f7d0fe2319.jpg Foto: Divulgação

A pintura entrou na vida de Mara Rúbia Maas no ano de 1998. E hoje, a pomerodense aplica diversas e diferentes técnicas para estampar seus trabalhos.
E, em época de Páscoa, é claro que as casquinhas de ovos são o principal produto a ser repaginado. “Faço pinturas e colagens e utilizo pinturas figurativas, além da técnica de Bauernmalerei. Geralmente sou eu quem crio todos os modelos”, revela.

A artista utiliza ovos de madeira e naturais de diferentes tamanhos para aplicar sua arte. “Naturais de diferentes aves, como codorna, garnizé, pato, galinha, peru, ganso, emu, ema e avestruz. Também pinto em ovinhos de lagartixa. Nas colagens, me inspiro em fazer casquinhas em formato de bichinhos, como meus avós faziam. Já nas pinturas, a inspiração vem com as belezas da nossa cidade, nos detalhes e cores da natureza e na minha própria criatividade”, afirma.

Para Mara Rúbia, a arte é sinônimo de muitas qualidades. “A arte, para mim, representa diversos sentimentos, alegria, imaginação, viagem para outro mundo, humor, enfim, a arte é um dom inexplicável e muito lindo. A arte representa uma atividade puramente mental, um estilo individual de cada pessoa. Não existe meio mais seguro pra fugir do mundo, do que a arte, e não há forma mais segura de se unir a ele do que a arte”, finaliza.

 



Veja também:
Galeria de fotos: 3 fotos
Créditos: Divulgação Divulgação Divulgação









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg