Jornal de Pomerode

Edição Impressa



O adeus a um apaixonado pelo esporte

No último dia 17 de janeiro, o esporte pomerodense ficou “órfão” de um dos seus maiores entusiastas. Vítima de câncer, Ingomar Kienen faleceu aos 71 anos, na cidade de Blumenau, deixando dois filhos e um neto. Ele descobriu a doença no dia 22 de dezembro.

96645f193f5648912e73ca4cef281551.jpg Foto: -Ingomar Kienen faleceu aos 71 anosAcervo Pessoal

No último dia 17 de janeiro, o esporte pomerodense ficou “órfão” de um dos seus maiores entusiastas. Vítima de câncer, Ingomar Kienen faleceu aos 71 anos, na cidade de Blumenau, deixando dois filhos e um neto. Ele descobriu a doença no dia 22 de dezembro, sendo internado na noite de 01 de janeiro.

Figura conhecida na cidade, iniciou suas atividades profissionais desde muito jovem, nos anos 1950, juntamente com seu pai, como padeiro. A partir de 1981, assumiu o negócio, com seus irmãos, atividade que foi estendida até o ano de 1997. Neste ramo, conseguiu muitos amigos, que admiravam por sua simplicidade e presteza naquilo que fazia.

Além da sua profissão, exerceu diversas atividades, que muito contribuíram para o engrandecimento da sociedade. Entre elas, estava o rádio, uma vez que foi locutor da Rádio Pomerode, entre 1984 a 1989, apresentando programas de grande audiência, e também da Nereu Ramos, atuando no setor de Marketing. Foi um dos fundadores do antigo PFL (hoje Democratas) em nossa cidade, sendo, inclusive, candidato a vereador em duas oportunidades. Também foi presidente da A.P.P. do C.E.I. Rosa Borck, auxiliando no desenvolvimento da instituição escolar. Atualmente, trabalhava na BluMob, empresa concessionária do transporte coletivo de Blumenau.

Mas foi no esporte que teve grande notoriedade. Participou da 1ª Volta Ciclística de Pomerode, no ano de 1965, terminando na 5ª colocação. Também atuou como jogador do 25 de Julho (onde também foi técnico), Botafogo, Vasquinho e Floresta, além da Cia. Mercantil Victor Probst, na qual jogava na equipe de Futsal.
Assim que se aposentou dos gramados, manteve-se ativo dentro do esporte, sendo um dos fundadores da Liga Pomerodense de Desportos, como 2º secretário. A partir daí, sua atuação dentro da LPD era constante, sendo designado para atuar como Delegado de Partida, atividade que exerceu até os últimos dia da sua vida. Também fez parte da Liga Blumenauense de Futebol, na mesma função.

Por conta disso, a admiração por sua pessoa era muito forte, conforme conta o atual secretário da LPD, Waldemar Wiesner. “O conheci quando eu jogava na categoria juvenil do Floresta. Ele sempre foi apaixonado por futebol, principalmente quando se tratava do Botafogo, nas suas antigas instalações. Sempre o via lá, com o apito, trabalhando em jogos do aspirante. Inclusive, ele era um dos que defendia essa categoria, como forma de incentivar os pomerodenses dentro do futebol”, relata.

Wiesner também ressalta que as profissões de padeiro e radialista, ajudaram a alavancar os projetos da Liga, na época em que foi fundada. “Como percorria toda a cidade, levava convites das reuniões, uma vez que não havia telefone e as facilidade de hoje em dia. E, também, usava a Rádio Pomerode como meio de levar informações acerca das reuniões e dos campeonatos que estavam sendo disputados”.

Por todo esse trabalho, Kienen tinha “trânsito livre” em todos os locais, sendo reconhecido pelo trabalho que ele fazia. “O domingo, para ele, era uma coisa sagrada. Mesmo quando não trabalhava, estava nos estádios, sempre em contato com árbitros e assistentes, visando o fortalecimento do esporte em nossa região, sem pedir nada em troca. Por isso, seu falecimento foi surpreendente e, com certeza, vai fazer muita falta”, finaliza Wiesner.

 



Galeria de fotos: 4 fotos
Créditos: Acervo Pessoal Acervo Pessoal Acervo Pessoal Acervo Pessoal
Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg