Jornal de Pomerode

Edição Impressa



No Top 20 de Santa Catarina

Miss e Mister Pomerode participam de etapa estadual do Miss e Mister CEB

0b39a16030a8f37491038d4fb2a562aa.jpg Foto: Divulgação

No sábado, 22 de setembro, foi realizado, em Balneário Camboriú, o concurso Miss e Mister CEB/2018. Entre os concorrentes estavam os pomerodenses Carolina Pickler Buss e Diogo Chagas, Miss e Mister Pomerode. Ambos se classificaram no Top 20 do concurso, fazendo o seu melhor para representar a cidade.

Mesmo não conseguindo conquistar o título, os pomerodenses afirmam que ficaram contentes com o resultado. “Fiquei classificado entre os Top 20, o que, para mim, foi bem satisfatório e merecido”, disse Chagas. “Fiquei satisfeita, pois foi o concurso de maior impacto e reponsabilidade em minha vida, além de ter muitas mulheres bonitas. Fiquei classificada entre as Top 20, eram 42 participantes. Receber o carinho da cidade, a meu ver, foi o melhor de tudo.  Pomerode tem um povo encantador. Obrigada a todos! Amo minha cidade”, afirmou Carolina.

Sobre a experiência de participarem do concurso, a avaliação dos representantes pomerodeses foi positiva. Diogo Chagas destacou que foi um evento com clima amistoso, com muito companheirismo entre os participantes e que foi uma competição saudável, mesmo tendo sido exaustivo, pela vasta programação. A Miss Pomerode, por outro lado, enalteceu que a competição foi maravilhosa, uma experiência única, na qual, pôde conhecer muitas pessoas e fazer amizades, que vai levar para a vida toda.

“O principal aprendizado, para mim, foi superar a mim mesma, pois a ansiedade e o nervosismo tomam conta da gente nesta hora e ter este autocontrole foi meu maior aprendizado. Percebi também que, ter humildade, responsabilidade e coragem, são fundamentais para superar todos os desafios”, revelou Carolina, sobre os aprendizados com o concurso, destacando que sua maior dificuldade foi com a prova de entrevista, na questão de dominar o nervosismo.

Já o Mister Pomerode afirma que o concurso foi uma maneira de saber mais sobre si mesmo. “O que mais aprendi foi a conhecer mais sobre mim mesmo e meus limites, aprender a não desistir e ver, em cada participante, uma história de superação. Lá dentro, lágrimas rolam e você vê do que cada um é feito”, relata. Para ele, a parte mais desafiadora foi conseguir manter a tranquilidade diante de jurados e público, mas agradeceu o apoio recebido na caminhada. “Eu fiquei realmente surpreso com o número de pessoas que apoiam e se envolvem nessas ideias. Pomerode é uma cidade muito fraterna e foi maravilhoso receber o carinho de todos”.

Agora, a atenção de Carolina e Chagas se volta para o futuro, inclusive para, quem sabe, ingressar na carreira de modelos. “Já estão surgindo novas oportunidades. Se conseguir conciliar meus estudos e trabalho, terei imenso prazer em realizar novos trabalhos como modelo. Gosto muito das passarelas”, afirma Carolina.

Chagas admite que existe esta possibilidade, mas que, por hora, seu foco é em sua área de atuação, na Comunicação Social. “Sempre que possível faço trabalhos freelance como modelo. Vou procurar mais trabalhos na área e seguir participando, mas continuando a dar foco na vida profissional que já tenho”, encerra.

 



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: Divulgação Divulgação
Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg