Jornal de Pomerode - Ministro-do-turismo-defende-a-internacionalizacao-dos-investimentos-no-setor-65583 
Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Ministro do Turismo defende a internacionalização dos investimentos no setor

Durante agenda, Vinicius Lummertz, visitou obras importantes em Balneário Camboriú e Florianópolis.

a76be186d2ab30278a1c1f53f25ba7fe.jpg Foto: Divulgação

O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, visitou Santa Catarina na sexta-feira, dia 27, para acompanhar obras estruturantes para o turismo no Estado. Em Balneário Camboriú, um dos principais destinos de sol e praia do Sul do País, participou da solenidade de entrega do licenciamento ambiental que autoriza a ampliação da faixa de areia da Praia Central do município, de importância estratégica para o desenvolvimento turístico local. Essa é a segunda vez que um município brasileiro obtém a licença – o primeiro foi Fortaleza (CE).

Com a autorização, a prefeitura dá o primeiro passo para corrigir a erosão da orla e iniciar um investimento estimado em R$ 100 milhões. O projeto deve não só triplicar a largura da faixa de areia ao longo dos cerca de seis mil metros de extensão do balneário, mas, também, revitalizar design e funcionalidade turística, urbana e esportiva da beira-mar, desde o extremo da Barra Sul à Barra Norte.

“Temos aqui em Balneário Camboriú uma combinação perfeita entre natureza e desenvolvimento econômico. Aqui eu vejo o futuro. O alargamento da faixa de areia dará condições de convívio muito melhores, não só para os turistas, mas também aos moradores”, disse o ministro. Lummertz afirmou que o Ministério do Turismo irá apoiar as obras de alargamento da praia por meio do Prodetur + Turismo, linha de crédito do MTur, em parceria com o BNDES.

O governador Eduardo Pinho Moreira, destacou a relevância do setor para Santa Catarina. “O turismo é das atividades econômicas mais importantes ao nosso estado. Temos grandes projetos aqui, como o engordamento da praia central e o centro de eventos, para avançar, ainda mais, no turismo de nosso estado”.

Acompanhado do prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, do secretário de Turismo do estado, Tufi Neto, e do secretário de estruturação do Turismo, Totó Parente, o ministro disse acreditar na internacionalização dos investimentos em Santa Catarina, um estado que “pode ser o centro da mudança que queremos para o turismo brasileiro”, ao se referir a grandes investimentos que devem alavancar o setor como atividade econômica do estado catarinense. Atualmente, o turismo responde por 13% do PIB de SC.

Aeroporto

De Balneário Camboriú, o ministro partiu para a primeira visita técnica às obras do novo Aeroporto Internacional de Florianópolis Hercílio Luz. Ele foi recebido pelo CEO da Floripa Airport, Tobias Markert. Também participaram do tour guiado o governador de Santa Catarina, o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, e o  gerente de Investimentos e Obras da Anac, Rodrigo Santana.

“Muito mais do que um aeroporto, isso aqui é nossa ligação direta com o mundo. É altamente estratégico para o patamar de Santa Catarina e para o lugar onde queremos chegar. Captar voos internacionais pode mudar o futuro do aeroporto, porque o voo internacional não transporta apenas passageiros, ele traz ideias, empreendimentos e nos coloca como protagonistas centrais do movimento de setores econômicos”, comentou o ministro.

Iniciada em 15 de janeiro, a obra do novo terminal de passageiros do aeroporto de Florianópolis está adiantada e atingiu, neste mês de abril, a fase de colocação das estacas, que darão sustentação ao prédio do novo terminal. O novo Aeroporto Internacional de Florianópolis estará pronto para operar até outubro de 2019 e deve receber investimentos da ordem de R$ 550 milhões. A nova estrutura terá capacidade para atender oito milhões de passageiros por ano, triplicando os dois milhões suportados atualmente.

“Estamos estruturando grandes obras de turismo no estado e a possibilidade de captar voos internacionais é extremamente importante”, afirmou o governador Pinho Moreira.

Apesar do recente início das obras no terminal aeroportuário, a concessionária Floripa Airport também já iniciou a reforma dos banheiros e estacionamento, a instalação de novos equipamentos como ar-condicionado e esteiras de inspeção, a reorganização de posição dos check-ins e o aumento de pessoal na operação de inspeção, o que deve minimizar os efeitos da insuficiência do atual terminal.

 Os impactos das primeiras medidas já são reconhecidos pelos passageiros. De acordo com o Relatório do Desempenho Operacional dos Aeroportos no 1º trimestre de 2018, divulgado na quarta-feira, dia 25, pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, as filas no raio X já melhoraram, em comparação com o trimestre anterior (outubro a dezembro/2017), passando da nota 3,89 para 4,25, em uma escala de satisfação que vai de 1 a 5. Em janeiro, a Floripa Airport ampliou a área de inspeção de segurança, aumentando em 35% a capacidade de atendimento.

 
Fonte: Ascom Ministério do Turismo



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Divulgação
Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 
    40eea598239df4ba8fefa63810b76c18.jpg