Jornal de Pomerode


Mais que esporte: qualidade de vida

“A corrida, além de trazer um estilo de vida saudável, feliz, proporcionando alta autoestima e prevenindo doenças, me trouxe novas amizades, e que continuo fazendo a cada competição”. As palavras são de Giani Maçaneiro Burkhardt, colaboradora da Netzsch Moagem.

b443fd4a7535abaf836045143d267d0a.jpg Foto: Divulgação

“A corrida, além de trazer um estilo de vida saudável, feliz, proporcionando alta autoestima e prevenindo doenças, me trouxe novas amizades, e que continuo fazendo a cada competição”. As palavras de Giani Maçaneiro Burkhardt, colaboradora da Netzsch Moagem, traduzem bem a importância do esporte, principalmente a corrida, em sua vida. Tanto que, desde 2003, vem se destacando naquelas em que participa.

A última delas foi no domingo, dia 02 de julho, quando esteve entre os cerca de 1,4 mil competidores na etapa Blumenau da Corrida do Bem, realizada no Complexo do Sesi. A atleta conquistou a primeira colocação na categoria 10k Industriário, além de terminar em sexto no geral, com o tempo de 49min16s. “Eu havia parado com os treinos de corrida, pois tive uma lesão no dedo do pé, em fevereiro, e voltei mês passado a treinar somente na esteira, o que é bem diferente de trinar no piso. A importância desse resultado é representar a empresa e trazer o nome da Netzsch Moagem ao esporte”, ressalta.

Justamente por isso, a empresa pomerodense procura incentivar os seus colaboradores a praticar hábitos saudáveis, e a corrida é uma dessas ferramentas. “O objetivo é trazer um estilo de vida mais saudável para todos, pois a corrida é um esporte que não se precisa investir muito tempo ou dinheiro. Fica mais fácil para as pessoas se adaptarem. Incentivamos, pois queremos que todos tenham saúde. Tentamos mudar um pouco a vida destes funcionários que, na maioria, não pratica nenhuma atividade física. Funcionário saudável é funcionário feliz, assim como ter colegas felizes ao meu lado”, enfatiza Giani, que é vice-presidente do comitê esportivo da Netzsch Moagem Gestão 2017. Ela acrescenta que mais funcionários participaram da Corrida do Bem, mas não obtiveram resultados de pódio. “Todavia, cada um superou seus limites. Inclusive nosso diretor, sr. Giuliano Albiero, que participa em quase todas as provas do Sesi de corrida”.

Experiente na modalidade, Giani já participou e conquistou bons resultados ao longo destes 14 anos, como a primeira Corrida Rústica de Pomerode e a Meia Maratona do Bela Vista, em Gaspar, ambas no ano de 2005, onde ficou em terceiro na categoria, mesmo sem treinar. “Foi aí que tomei gosto pela corrida. Já participei de provas de 5k, 10km, 21km e, inclusive, fiz minha primeira maratona ano passado, em Curitiba, completando a prova em 3h58min. Também corri o Desafio Urubici, de 52k revezados, onde fiz 28km, destes, 23km em subida. Amo o esporte e faço dele o meu estilo de vida”, conta a atleta, que pratica, ainda, durante a semana, funcional, musculação com corrida na esteira e vôlei de quadra. “E fim de semana, quando posso, corro ou pedalo. Tudo por amor ao esporte”, conta.

O próximo desafio da colaboradora da Netzsch Moagem será, novamente, a Corrida do Bem, só que na etapa Rio do Sul, dia 06 de agosto. “Fui campeã ano passado e vou lá defender meu título. Teremos, também, o torneio de Voleibol Feminino (primeira equipe conseguimos montar) e o Vôlei Masculino também. Além do Futsal, Tênis de Mesa etc. Tudo isso, em prol do esporte e de uma melhor qualidade de vida, tanto minha, quanto dos funcionários de nossa empresa”, finaliza Giani.

 



Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg