Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Mães e filhas compartilham experiências profissionais e crescem juntas, para ter uma vida melhor

Funcionárias da HI Etiquetas, da mesma família, relatam experiência dividindo o mesmo local de trabalho. Elas contaram histórias do compartilhamento de funções na empresa de Testo Central

9729d5c2a5f7ff9eafa622092b6e56f6.jpg Foto: Isadora Brehmer/JP

Proporcionar uma oportunidade de crescimento para uma família como um todo. Esse é um dos objetivos da HI Etiquetas, quando contrata pais e filhos ou mães e filhas. E neste Dia das Mães, vamos contar a história de quatro mulheres, que compartilham, além do vínculo familiar, também o mesmo local de trabalho.

Falaremos primeiro de Eli de Fátima Dutra Lourenço e Daiane Quintino Silva, mãe e filha, que trabalham na HI Etiquetas há cerca de 10 anos.  Elas relatam que moravam em outra cidade e, quando vieram residir em Pomerode, foi a HI que lhes ofereceu uma oportunidade de emprego e renda.

“Quando nós chegamos em Pomerode, comecei a analisar as empresas daqui e procurar onde haviam vagas. Me chamaram na HI, mas eu optei por analisar outras opções antes e eles me perguntaram se eu tinha um filho ou filha para indicar. Como a Daiane estava em busca de um emprego, indiquei ela, que foi contratada. Depois de alguns meses, consegui um emprego aqui também”, relata a mãe, Eli.

 “Eu acredito que trabalhar no mesmo lugar que a minha mãe seja um apoio a mais, uma segurança. E ela é o meu exemplo de pessoa e de profissional. Como passamos mais tempo juntas, podemos compartilhar experiências e ficamos ainda mais próximas por estarmos, as duas, na HI”, ressalta Daiane.

Pelo fato de muitas empresas não serem tão favoráveis a pessoas da mesma família trabalhando juntas, elas afirmam que foi uma surpresa conseguirem emprego no mesmo local, mas que agradecem pela oportunidade, que foi decisiva para a permanência e melhoria na qualidade de vida quando vieram para Pomerode.


“Nós crescemos, como família, por causa dos nossos empregos na HI Etiquetas, conseguimos uma vida melhor. Onde nós morávamos antes, não havia muitas oportunidades, mas aqui conseguimos estas chances. Hoje, eu penso que não tem como desligar a nossa história aqui em Pomerode da empresa”, pondera Daiane.

Sua mãe também afirma que poder trabalhar com a filha lhe deixa muito feliz, pois elas conseguem estar mais próximas e entender o que se passa na vida e na rotina da outra. “Conseguimos ter esse companheirismo e, se algo dá errado, sempre buscamos ajudar uma a outra, porque entendemos a situação. Estar no mesmo local de trabalho, com certeza, é muito bom, é claro, sempre colocando o profissionalismo em primeiro lugar, quando estamos aqui”, ressalta Eli.

Quem também compartilha a mesma assinatura na carteira de trabalho são Zilda Terezinha Santos Pietro e sua filha, Elidiane dos Santos Pietro. Zilda está há mais de sete anos na HI Etiquetas e sua filha começou a trabalhar por indicação da mãe, conseguindo seu primeiro emprego formal. “Isso me deixa muito tranquila, porque sei que o local de trabalho em que ela está é bom e sei das condições que temos aqui”, afirma Zilda.

Ambas trabalham no setor de Corte da HI, porém, em turnos diferentes. Por este motivo, possuem rotinas opostas, resultando em pouco tempo de convivência próxima durante a semana. Porém, quando conseguem conversar, possuem um assunto a mais em comum, pois entendem como funciona o trabalho da outra.

“Nunca imaginamos que trabalharíamos na mesma empresa, mas isso é muito bom, porque, como trabalhamos no mesmo setor, podemos conversar sobre o trabalho em casa, afinal, uma entenderá o que a outra está falando, além de discutir detalhes técnicos da função, procurando ajudar-se”, destaca Elidiane.

Assim como Eli e Daiane, Zilda e Elidiane também vieram de outra cidade, buscando uma vida melhor em Pomerode. O primeiro emprego de Zilda na cidade foi na HI, onde permanece até hoje. “Eu não imaginava que trabalharia com carteira assinada e que ficaria por tanto tempo em um mesmo lugar. A empresa dá a oportunidade mesmo para quem não tem experiência, tanto para os mais novos quanto para os mais velhos, o que eu acho muito bom”, ressalta Zilda.

A HI Etiquetas mantém a política de dar oportunidades de trabalho a pessoas da mesma família, pois acredita no crescimento conjunto. E, com as quatro personagens representando as outras mães e filhas da empresa, deseja um Feliz Dia das Mães.

Daiane comenta que está foi a sua primeira oportunidade de emprego. Sua admissão foi em maio de 2009 e permanece firme no trabalho até hoje. Em agosto daquele ano, sua mãe também passou a integrar o quadro de funcionários da empresa. Desde então, todos os dias, as duas seguem juntas e saem juntas do trabalho.

Mesmo que trabalhando em setores diferentes, as duas afirmam que é uma boa experiência, pois têm a chance de conciliar a rotina e passar mais tempo juntas, podendo conversar mais sobre o dia a dia. 

 



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: Isadora Brehmer/JP Isadora Brehmer/JP
Veja também:









Publicidade

  • 
    eb224b55631b8f403d168a912e1f6fb6.jpg4b580c53dad677f2141dea5ad908465d.jpg